Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

“D” DE “DEUTSCHLAND”, POR QUE, ENTÃO, “ALEMANHA”???

Uma tradução de Tânia Gabrielli-Pohlmann “D” = “Deutschland”? Que coisa estranha! Quem fala português, diz “Alemanha”; em espanhol este país se chama “Alemaña”; aqueles que falam inglês, adotaram o termo “Germany” e quando se vai para o Leste Europeu, o “Schwabo” é que designa o cidadão alemão. Mas o que se vê nas placas de automóveis alemães é a letra “D” indicando “Deutschland”. Por quê? De onde vêm tantos termos diferentes para indicar um único país? A língua alemã e o povo alemão formaram-se, basicamente, através de diferentes grupos étnicos, tendo cada qual sua língua. A existência de registros escritos em língua alemã remonta ao Século VIII d.C.. A língua oficial era o latim, mas o povo se comunicava em seus... (leia mais)

Clemens Maria Pohlmann




Cãimbra do escrivão, a deficiência, o deficiente e a felicidade.

Como portadora da cãimbra do escrivão, entendo que, a partir do momento que compreendemos, mesmo que em linhas gerais, a natureza biológica do problema e a condição em que a Ciência se encontra diante dele, podemos nos posicionar com atitudes e pensamentos para descobrir formas de sermos felizes, o que, acredito, deveria ser o objetivo principal de cada ser humano. Para sermos felizes, precisamos ser produtivos, fazendo parte da sociedade de maneira contributiva. Li muitos trabalhos científicos até entender bem o que é esta condição e as escolhas que temos diante dela. Talvez por ser bióloga, percebi logo, um ano antes do meu diagnóstico, em meados de 2001, que não era um problema ortopédico. Fui direto a um neurologista, que me encaminhou para outro e para outro... (leia mais)

Maristela Zamoner




Default



   > Gutyerrez Oliveira Monteiro

  AUTOR  
 
Gutyerrez Oliveira Monteiro

Gutyerrez Oliveira Monteiro Nascido em Manaus em 1955, formado em Licenciatura em Letras pela UEA- Universidade do Estado do Amazonas. Vencedor do 1º lugar do ITA-CONTA em 2011 com o conto “O Fiscal” no FECANI (Festival da Canção em Itacoatiara) na 17ª Tarde de Contadores de Estórias de Itacoatiara. E do 3º Lugar em 2010 com o conto “Asa Delta” na 16ª tarde de Contadores de Estórias no FECANI de 2010. Trabalhou num filme regional juntos com os colegas da Universidade “O Mistério de Feiosinha” adaptação do livro de Pedro Bandeira. E no filme de um minuto “Lá vem o Zé Grandão” para o FECANI. Escreveu várias crônicas para o Jornal Candiru. Tem quatro filhos e mora com sua esposa Rosa Neves Monteiro em Itacoatiara.

 Rosa Neves Monteiro - Nascida em 1959, formada em Pedagogia pela UEA. Aos dez anos mudou-se para Manaus-AM. Compôs diversas poesias e músicas e participou de festivais. Foi administradora de uma escola infantil em Manaus. Atualmente mora em Itacoatiara, é apresentadora de um  programa na TV RBN..

Gutyerrez Filho Nascido em Manaus em 1988, é estudante de Farmácia na UFAM. Filho de Gutyerrez Oliveira Monteiro. Cercado desde pequeno por muitos livros de histórias pela sua mãe Rosa Neves Monteiro e influenciado pelo ar de escritor do pai, teve inclinações para escrever, desenhar e compor músicas.