Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

A DIMENSÃO QUE NÃO TERMINA

Um Preâmbulo Em Uberaba, centenária cidade do Triângulo, o primeiro número de Dimensão vinha a lume em Julho de 1980. “Uma simples revista de poesia”, escreveu então seu editor. O futuro se encarregaria de desmentir o título do primeiro editorial, porém se manteria constante através dos anos o propósito do novo periódico. “E´esse, apenas esse, o compromisso desta revista, mais uma entre tantas, mortas, existentes ou ainda por existir: efetivo compromisso com a qualidade da poesia”. O compromisso com a qualidade da poesia manteve-se durante os trinta números da publicação. Ao longo dos seus quase vinte e um anos de circulação (Julho de 1980 – Abril de 2001), é um marco de sua excelência. Outras balizas foram atingidas no curso do tempo, levando... (leia mais)

Aricy Curvello




REBELDIA

- Espere aí! Você não está querendo dizer que o que me falta é rebeldia, está? - Estou! - Isso é inacreditável! Tive uma vida regrada. Tudo certinho no lugar. Me formei, fiz mestrado, doutorado, pós-doutorado e trabalho diuturnamente em pesquisas vitais para a humanidade... Não sou estúpido pra jogar tudo isso pro alto! - Estou tentando ajudar a explicar essa sua sensação... Você está aqui agora, em pleno horário de expediente, sentado comigo neste banco público... Por quê? - Já disse antes! Não me sinto bem! - E o médico? - Não é coisa de médico... - Então, voltamos ao início. Vou falar agora com todas as... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > Alexandre Carrara

  AUTOR  
 
Alexandre Carrara
Nascido no dia três de março de 1980, na cidade de Flórida Paulista, é o primeiro da terceira geração dos “Carraras”. Filho de Mãe independente, foi criado na casa dos avós.
Menino levado –digo muito levado- mas muito inteligente e ousado, virtudes que logo o tiraram da cidadezinha.
Trabalhou em tudo: office boy, balconista, auxiliar de padaria e uma mais exótica: agente de controle de vetores. Cursou a Faculdade Fisioterapia.Hoje, é professor da Universidade do Estado do Mato Grosso, atua como ator da Cia de Teatro A Trama do Drama e a ânsia de novas experiências o levou a escrever. Seu estilo o conduziu ao contemporâneo e sua alma o trouxe à poesia.