Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

“D” DE “DEUTSCHLAND”, POR QUE, ENTÃO, “ALEMANHA”???

Uma tradução de Tânia Gabrielli-Pohlmann “D” = “Deutschland”? Que coisa estranha! Quem fala português, diz “Alemanha”; em espanhol este país se chama “Alemaña”; aqueles que falam inglês, adotaram o termo “Germany” e quando se vai para o Leste Europeu, o “Schwabo” é que designa o cidadão alemão. Mas o que se vê nas placas de automóveis alemães é a letra “D” indicando “Deutschland”. Por quê? De onde vêm tantos termos diferentes para indicar um único país? A língua alemã e o povo alemão formaram-se, basicamente, através de diferentes grupos étnicos, tendo cada qual sua língua. A existência de registros escritos em língua alemã remonta ao Século VIII d.C.. A língua oficial era o latim, mas o povo se comunicava em seus... (leia mais)

Clemens Maria Pohlmann




Vida vazia, vida marota!

Dr. Agildo caminhou vagarosamente até a enorme varanda. Saboreava os momentos do entardecer, um a um, como rotina para receber a noite implacável e então, recolher-se para o descanso. Desta vez, contudo, sentia-se diferente. Seus pensamentos esvoaçavam de um canto para outro da memória, contrariando seus comandos, inquietando seu espírito. Sentou-se na velha cadeira, admirando o extenso jardim. Os canteiros, emoldurando as divisas com suas cores imprevisíveis, tentavam suavizar seus sobressaltos. O ipê majestoso, que ele próprio plantara há tantos incontáveis anos, mantinha-se incólume a seus pensamentos. Parou seus olhos no aparente desordenado trabalho da velha árvore, largando o amarelo de pétalas a se desprenderem a cada instante, formando verdadeira alcativa.... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > Jefferson Luiz Rosa

  AUTOR  
 
Jefferson Luiz Rosa
JEFFERSON LUIZ ROSA é o filho primogênito de dona Ana Dirce Camargo e Valmor Alcides Rosa (in memorian). Nascido no dia 21 de agosto de 1966  no Hospital das Clínicas da cidade de Curitiba, capital do Paraná. Formação básica: ensino fundamental na Escola Vila N.Sra da Luz dos Pinhais e conclusão no Colégio Albert Schweitzer(1982). Formação profissional: ensino médio e Técnico em Contabilidade Geral no Colégio Padre João Bagozzi(1985). Administrador de entidade no ramo pré-estabelecido: assessoria contábil - fiscal-tributária - gestão de rotinas em escritório de contabilidade (ano 1997 em diante) e Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade Santa Cruz(2007).