Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

REBELDIA

- Espere aí! Você não está querendo dizer que o que me falta é rebeldia, está? - Estou! - Isso é inacreditável! Tive uma vida regrada. Tudo certinho no lugar. Me formei, fiz mestrado, doutorado, pós-doutorado e trabalho diuturnamente em pesquisas vitais para a humanidade... Não sou estúpido pra jogar tudo isso pro alto! - Estou tentando ajudar a explicar essa sua sensação... Você está aqui agora, em pleno horário de expediente, sentado comigo neste banco público... Por quê? - Já disse antes! Não me sinto bem! - E o médico? - Não é coisa de médico... - Então, voltamos ao início. Vou falar agora com todas as... (leia mais)

Airo Zamoner




Pedagogia do Amor

Vivemos uma época de calamitosa incerteza (Martin Luther King) A humanidade caminha de mãos dadas, rumo ao caos. Os valores se invertem, mergulhados nas valas da hipocrisia. O amor que sempre foi o marco da esperança, da fé, da solidariedade existencial, antes praticada olho no olho, hoje é substituído pela tela de um computador ou vídeo de um televisor, até mesmo pelo marketing do imediatismo. Uma espécie de ditadura da frieza. A família era mais unida. Hoje, vai se destruindo nos tentáculos de atividades objetivas, onde o casal, a cada dia, tem menos contato com os seus filhos. Tentar ser alguém no futuro era, sobretudo, motivo e instrumento de interesse pessoal. Ir à luta, era buscar garantir a possibilidade única de vencer e tornar-se... (leia mais)

Josias Alcântara




Default



   > Paulo Tasso Diniz Filho

  AUTOR  
 
Paulo Tasso Diniz Filho

 Sou um apaixonado por literatura. Aprendi a ler muito cedo, e sempre fui aficionado por qualquer coisa que envolva o mundo da escrita. Lia de tudo, revistas, enciclopédias, manuscritos. Primeiramente fui um grande fã da literatura de Agatha Christie e Sidney Sheldon. Com o passar do tempo, me direcionei para uma literatura mais clássica, menos atrelada a histórias mirabolantes e grandes aventuras. Me identifiquei com temas relativos ao homem, a crítica a todos seus valores, a exploração de seus sentimentos, de seu caráter,  e o seu desespero perante a sua própria existência. Meu autores preferidos são Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Franz Kafka, Fiódor Dostoiévski e Thomas Mann. Também gosto de ficção ciêntifica, e temas relativos a astronomia,  de autores como Carl Sagan e Júlio Verne.

 

 Sou estudante do quarto ano do curso de Engenharia de Materiais - Unesp