Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Encerra-se a primeira turma de pós-graduação em dança de salão com magnífica produção científica.

Para a dança de salão brasileira, o ano de 2005 é um divisor de águas. A partir desta data, começa a educação formal na área, o que se deve à abertura da primeira turma de pós-graduação em dança de salão, na Faculdade Metropolitana de Curitiba - FAMEC. O curso tem duas coordenadoras, uma das quais, conhecida por fazer parte do âmbito da dança há muito tempo: Gracinha Araújo. Devido a uma vida dedicada à dança clássica, enfrentou os preconceitos vigentes no meio da dança de salão, superando as dificuldades. Com Abigail Carneiro, tornou realidade, de maneira pioneira, o que muitos só sonharam. O resultado... (leia mais)

Maristela Zamoner




COLEÇÃO ARQUIVOS - TESOUROS ETERNOS DA LITERATURA IBERO-AMERICANA

Livros à mancheia têm-me chegado nestes últimos meses, levando-me a um profundo mergulho no tempo. A uma reflexão intensa sobre o quanto desconhecemo-nos, ainda que parte imensa nesta América, latina e de proporções gigantescas no tocante a problemas, sim, mas também no tocante à riqueza cultural. Muitas das edições que tenho recebido não são atuais, porém preciosas ao nosso processo de busca e de integração, no qual o fator cultural faz-se imprescindível. Sem conhecermos o passado, lutamos por uma identidade inexistente, segundo alguns autores especializados no estudo e na pesquisa do fenômeno cultural ibero-americano. E as novidades, às vezes antigas, nos impedem este retorno urgente à nossa formação, à nossa certeza de que somos dignos de respeito pela... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Default



   > Paulo Tasso Diniz Filho

  AUTOR  
 
Paulo Tasso Diniz Filho

 Sou um apaixonado por literatura. Aprendi a ler muito cedo, e sempre fui aficionado por qualquer coisa que envolva o mundo da escrita. Lia de tudo, revistas, enciclopédias, manuscritos. Primeiramente fui um grande fã da literatura de Agatha Christie e Sidney Sheldon. Com o passar do tempo, me direcionei para uma literatura mais clássica, menos atrelada a histórias mirabolantes e grandes aventuras. Me identifiquei com temas relativos ao homem, a crítica a todos seus valores, a exploração de seus sentimentos, de seu caráter,  e o seu desespero perante a sua própria existência. Meu autores preferidos são Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Franz Kafka, Fiódor Dostoiévski e Thomas Mann. Também gosto de ficção ciêntifica, e temas relativos a astronomia,  de autores como Carl Sagan e Júlio Verne.

 

 Sou estudante do quarto ano do curso de Engenharia de Materiais - Unesp