Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Sexo e Dança de Salão

Quando “fui iniciada” nas artes da dança de salão, no início da década de 1990, percebi algo nebuloso e fortemente relacionado a sexo na atividade. Desde então venho observando, analisando, pesquisando e estudando a natureza desta relação. Precisei de anos para chegar ao ponto de entendê-la. Por ocasião do meu primeiro contato com a dança de salão, percebi que esta atividade exercia uma influência avassaladora sobre o comportamento sexual das pessoas de qualquer faixa etária. Inicialmente, imaginei que isto se devia ao fato de que a dança de salão é dependente da relação de masculinidade e feminilidade. Esta relação se dá por... (leia mais)

Maristela Zamoner




Divulgação científica Bioindicadores, relatores ambientais

Bioindicadores são fatores bióticos empregados para o reconhecimento de condições (passadas, presentes ou futuras) de ecossistemas. As espécies estão adaptadas para sobreviver, se reproduzir e realizar relações ecológicas em condições ambientais específicas. Desta forma, a presença de cada tipo de ser vivo indica características físicas, químicas e estruturais do ambiente em que se encontra. De maneira geral, as características dos melhores bioindicadores são: · limites de tolerância estreitos – sensíveis a pequenas mudanças ambientais; · abundância; · identificação... (leia mais)

Maristela Zamoner




Default



   > Kate Lúcia Portela de Assis

  AUTOR  
 
Kate Lúcia Portela de Assis

Kate Lúcia Portela de Assis é Professora Doutora em Língua Portuguesa, formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde cursou também o Mestrado, na mesma área, e a graduação em Letras (Português-Literaturas). Possui um romance, intitulado "Os Planos da Vida" e um livro de literatura infanto-juvenil, intitulado "Cinderela em família", ambos publicados pela editora Ide.

Além disso, publica semanalmente textos de gêneros variados em seu blog, cujo título é "Escritora Kate Lúcia Portela". Participa da Red International de Cuentacuentos, como contadora de histórias. Acredita que todos os brasileiros deveriam possuir uma certidão de nascimento como leitores.