Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Vida vazia, vida marota!

Dr. Agildo caminhou vagarosamente até a enorme varanda. Saboreava os momentos do entardecer, um a um, como rotina para receber a noite implacável e então, recolher-se para o descanso. Desta vez, contudo, sentia-se diferente. Seus pensamentos esvoaçavam de um canto para outro da memória, contrariando seus comandos, inquietando seu espírito. Sentou-se na velha cadeira, admirando o extenso jardim. Os canteiros, emoldurando as divisas com suas cores imprevisíveis, tentavam suavizar seus sobressaltos. O ipê majestoso, que ele próprio plantara há tantos incontáveis anos, mantinha-se incólume a seus pensamentos. Parou seus olhos no aparente desordenado trabalho da velha árvore, largando o amarelo de pétalas a se desprenderem a cada instante, formando verdadeira alcativa.... (leia mais)

Airo Zamoner




O que e como fazer para escrever bem

Uma das maiores preocupações que permeiam o âmbito escolar tem sido a produção de texto, em especial o dissertativo, por apresentar dificuldades no seu processo de elaboração e produção. Por ser um texto que procede de reflexões sobre determinado assunto, em que a opinião do locutor deve ser explicitada e, principalmente, acatada pelo interlocutor, exige-se maior rigor e complexidade nos mecanismos de produção. Quer dizer, ao comentar sobre determinado assunto tem-se a pretensão de atingir o outro, seja por convencimento ou por persuasão. Assim, torna-se fundamental se servir de uma linguagem elaborada, haja vista que para se obter adesão do interlocutor, o discurso deva... (leia mais)

Andreia Frederico Coutinho




Default



   > GERALDO DE CASTRO PEREIRA

  AUTOR  
 
GERALDO DE CASTRO PEREIRA

  Poesias
  HAITI
  SELENITA
  AINDA HÁ TEMPO
  LASCIATE OGNI SPERANZA
  A R A P O S A E A S U V A S
  FÁBULA: A VACA, A CABRA,, A OVELHA E O LEÃO
  A GRALHA SOBERBA E O PAVÃO
  AS RÃS PEDINDO UM REI
  O CÃO E A CARNE
  FÁBULA: OS CÃES FAMINTOS
  C R U Z E S D A V I D A
  FÁBULA: O TOURO E O NOVILHO
  FÁBULA:: O CASAMENTO DO SOL
  FÁBULA: O LEÃO E O ASNO
  FÁBULA: A OVELHA E O LOBO
  AS ABELHAS E OS ZÂNGÃOS, SENDO JUÍZA A VESPA
  Fábula: A SERPENTE E A LIMA DE AÇO
  CONFIANÇA NO PAI
  D E S E R T O
  OBRIGADO, MÃE!!!
  X I F Ó P A G O S
  O PINTO E A PÉROLA
  MEU PRANTO
  IPÊ EM FLOR
  RADIOGRAFIA
  O CANTO DO REGATO
  VULCÃO
  AMANHECER NA ROÇA
  ÁRVORE DA MINHA INFÂNCIA
  TRISTEZAS NA PRISÃO
  BORBOLETA AZUL
  S A U D A D E
  ONDAS DO MAR
  SONS DE CONCERTINA
  SELVA ESC URA
  O CURIANGO E O URUTAU
  O LAVRADOR
  ORQUESTRA NA LAGOA
  FAVELA
  PARTIDA
  TAPERA ABANDONADA
  LINHAS PARALELAS
  A TROPA
  O CARRO DE BOI
  CASA DE MINHA INFÂNCIA
  MARIPOSAS DA LUZ
  MELANCOLIA
  LENÇO DA SAUDADE
  HAICAIS
  B E I J A - F L O R
  OLHOS DE SAFIRA
  SONHO SIDERAL
  EXORCISMO
  GOTAS DE CHUVA
  O PARTO DA MONTANHA
  O PAVÃO A JUNO
  UM LEÃO VELHO, O JAVALI, O TOURO E O BURRO
  O MAR
  FAGULHA DIVINA
  NINHO DE ESPINHOS
  Fábula: O Lobo e o Cordeiro.
  FÁBULA: O VEADO E A FONTE
  SUSSURROS DO BAMBUZAL
  Assembleia dos Ratos
  A RAPOSA E A C EGONHA
  FÁBULA - A RAPOSA E A ÁGUIA
  Contos
  RUGAS DE UM SORRISO
  o Cãozinho e o Cachimbo
  O MENINO LEVADO DA BRECA
  Crônicas
  M I N H A M ã E
  Infantil
  O LEÃO E O BURRO