Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Literatura Paranaense - Provocações Provocações

Teve alguém que disse: “Ou o poeta mata o soneto ou o soneto acaba com a poesia”. E não foi com tal radicalismo que se chegou ao bom poema de nossos dias. Vivem e convivem: quadras, sonetos, sextilhas, trovas, décimas, poesias livres e sem rimas, haicai... Só o féretro da antipoesia deve passar sem o acompanhamento de leitores. A arte é da vanguarda porque rompe o entrave de regimes e ideologias, e o Modernismo é um movimento de vanguarda, por excelência. Aos escritores, artistas e poetas cabe a responsabilidade de guiar os povos, restaurando valores, porque o entulho destrói a sociedade e, isto tem muita importância num mundo aético, de valores invertidos, espalhando e espelhando formas de anticultura. Já virou modismo representar a miséria e, dói-nos dizer, chegam a... (leia mais)

Carlos Zatti




Mãe... nhe! Engoliram o papai!!

– Com Deus me deito, com Deus me levanto... “Eu SEI que é ele que está lá... Fica lá, só me olhando...” – Com a graça de Deus e do Divino Espírito Santo. “ Por que ele num vai embora?...” – Ave Maria cheia de graça... “Mamãe não tinha nada de mudar pra essa casa cheia de fantasmas... João fica dizendo que eu sou medroso, que fantasma não existe... Não existe uma ova... E aquele alí?” – O Senhor é convosco... “Como é que na outra casa eu não via nada? Essa casa é mal-assombrada, sim senhor... Ai, meu Deus, olha ele lá outra vez... Me olhando com aqueles olhos sem cara...” – Rogai por nós pecadores... “Vou tampar o rosto...” – Agora e na hora... “Tou escutando uns passos... É ele que... (leia mais)

Isis Berlinck Renault




Default



   > Mauro Evaristo

  AUTOR  
 
Mauro Evaristo

  Poesias
  O "Não" eu já tenho.
  A Poetisa.
  Foragido.
  Tambores de Minas.
  Capricho.
  A Mulher.
  O Grande Irmão.
  Que mundo maravilhoso.
  Cotidiano fumê.
  Marabá.
  Ecos do passado.
  O Herói e a Armadura.
  Norte.
  Vagas.
  Hoje.
  São Paulo.
  Trilhas.
  Eles não ligam para nós.
  Amigas da dor.
  Quadrantes.
  A Mulher Alheia.
  O Eu de Mim.
  Guerreiros do céu e da terra.
  Nas Ruas de São Francisco.
  Geopira.
  Paixão perdida.
  Companheiro.
  Terra de Marlboro.
  Cisne Negro.
  O circo está armado.
  Alguém tem que CD.
  Cópia.
  Setença
  Liberte-se
  Minha Sina.
  Baby - o poema.
  Ano Novo ou 12 Meses?
  Bom gosto ou bom preço?
  A Vidente.
  Uma Mulher.
  Nada se compara a você.
  Na cozinha de Pai Manoel.
  Faça um sinal.
  Invertido.
  Batido.
  Faça uma loucura de Amor.
  Madrugada afair
  Não deixe nada para depois.
  Funcionário da Poesia.
  Meu tempo sem você.
  Lixo demais das capitais.
  Cantar vagabundo.
  Pedra n'água.
  Agora é a minha vez.
  De madrugada.
  Homem-Aranha.
  Tenham dó.
  Busca e espera.
  Gotham City.
  Blue Moon.
  A luz da guerreira.
  Versos e rimas.
  A ciência de amar.
  no auge da vida.
  Esperando você.
  O Papai Noel do 3º Mundo
  Cotidiano.
  Pátria Amada.
  Mérito.
  Politicamente incorreto.
  América.
  Feito a gente.
  Santa.
  Amigos sem rancor.
  Anjos do asfalto.
  Ladrões e Presidentes.
  Mal resolvido.
  Anunciação.
  Namorar.
  Seu e-mail.
  Reversos.
  Rapaz solitário.
  Aquele poema.
  O Alimento.
  Gratidão.
  Meu sacrifício.
  Coruja vadia.
  Uma nova poesia.
  Mágoa perdida.
  A lei da mordaça.
  Agradecimentos.
  Drama.
  Abandonado.
  O Homem de Deus.
  Somálias.
  Pena de Morte.
  Só pra dizer que te amo.
  Dia das crianças
  Despedida
  O poeta e menino
  Palhaço
  Prêmio da realidade
  Corações e mentes
  Mano
  O caminho de São Francisco.
  Comum.
  O Amor que eu amo amar.
  Desilusão.
  Amigos.
  Adote um poeta.
  Crença.
  Algumas moças.
  TPM
  A foice
  Pequena oração por você
  Nas ruas de Aleppo
  Nobre
  Na Lan House
  Os homens de Kiev
  A decisão é sua
  Pílulas de medo
  Rir é o melhor remédio
  21 minutos
  Única
  Homem