Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Encerra-se a primeira turma de pós-graduação em dança de salão com magnífica produção científica.

Para a dança de salão brasileira, o ano de 2005 é um divisor de águas. A partir desta data, começa a educação formal na área, o que se deve à abertura da primeira turma de pós-graduação em dança de salão, na Faculdade Metropolitana de Curitiba - FAMEC. O curso tem duas coordenadoras, uma das quais, conhecida por fazer parte do âmbito da dança há muito tempo: Gracinha Araújo. Devido a uma vida dedicada à dança clássica, enfrentou os preconceitos vigentes no meio da dança de salão, superando as dificuldades. Com Abigail Carneiro, tornou realidade, de maneira pioneira, o que muitos só sonharam. O resultado... (leia mais)

Maristela Zamoner




“D” DE “DEUTSCHLAND”, POR QUE, ENTÃO, “ALEMANHA”???

Uma tradução de Tânia Gabrielli-Pohlmann “D” = “Deutschland”? Que coisa estranha! Quem fala português, diz “Alemanha”; em espanhol este país se chama “Alemaña”; aqueles que falam inglês, adotaram o termo “Germany” e quando se vai para o Leste Europeu, o “Schwabo” é que designa o cidadão alemão. Mas o que se vê nas placas de automóveis alemães é a letra “D” indicando “Deutschland”. Por quê? De onde vêm tantos termos diferentes para indicar um único país? A língua alemã e o povo alemão formaram-se, basicamente, através de diferentes grupos étnicos, tendo cada qual sua língua. A existência de registros escritos em língua alemã remonta ao Século VIII d.C.. A língua oficial era o latim, mas o povo se comunicava em seus... (leia mais)

Clemens Maria Pohlmann




Default



   > Kate Lúcia Portela de Assis

  AUTOR  
 
Kate Lúcia Portela de Assis

  Poesias
  O Reino Pancadão
  Bebidas... poéticas.!.
  Abaixo-assinado-inpirado!
  Provérbios líricos
  Oração do Omisso
  O Cravo e a Rosa
  Para o andar da poesia!...
  Era minha vez...
  Concurso para o magistério
  Educação Integral
  Por uma faxina na Casa Interior
  Gramática Psicológica
  Oração do Contador de Histórias
  Um poema de família!...
  Bolo da Divina (uma receita para crer em Deus)
  Retrato dos Tarefeiros do Bem
  Um poeta dorminhoco...
  Poema da Exclusão
  Artigos
  O português são dois, três, quatro...
  Era outra vez...
  Pollyanna
  Pluft
  Tistu
  De cigarras e de formigas
  Chapeuzinho Amarelo
  O pássaro sem cor
  Ensaios
  A Terapêutica da Literatura
  Diário de Sherazade II
  Contos
  Daminha Draminha
  Fábula da Gatinha
  Príncipe Rapunzelo Sapo de Oz
  Entre duas paixões!...
  O corvo e a raposa (adaptação)
  Receita da Felicidade
  Gracinhas matrimoniais
  Um príncipe encantador!...
  Grãos de areia
  Crônicas
  Super... child!
  Detector de Mãe!...
  A Rua dos Textos
  Infantil
  Universo Infantil
  Família de Todos!...
  Diário de Natália
  Prece do Coração
  O macaco e a banana
  Meu amigo Baú
  A ovelha cor-de-rosa
  Sapo Sapeca
  A abelhinha feliz
  O Caracol Bisonho
  O Coelhinho Fanrtasista
  Pezinhos de Vitinho
  O ursinho casmurro
  Boquinha do Virtinho
  Pensamentos
  Decálogo do Leitor (inspirado em Alberto Mussa)
  Amar, e não se armar!
  Miss Biblioteca
  Pacotes espirituais
  Brincando de ser culta
  Preserve o patrimônio lúdico!...
  Amigos
  Diário de Sherazade I
  Diário de Sherazade III
  Diário de Sherazade IV
  Diário de Sherazade V
  Carta ao Príncipe Encantado
  Diário de Sherazade IV (Contação de Histórias)