Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

RUGAS DE UM SORRISO

Ah, aqueles tempos de DCE (DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES)!. Sua sede social ficava(ou ainda fica?) ali na rua Gonçalves Dias, bairro de Lourdes, na bela capital mineira As horas dançantes aconteciam quase sempre aos sábados. Era um festival de moças bonitas e casadoiras. Os universitários ali se reuniam para uma paquera geral. Normalmente, os rapazes permaneciam em pé, muitas vezes caminhando em volta das mesas, sem ocupá-las, para não pagarem gorjetas ao garçom. Iam diretamente ao bar e compravam suas bebidas. As moçoilas, sim, sentavam-se às mesas, às vezes com seus pais, parentes, ou acompanhadas de colegas, irmãos ou... (leia mais)

GERALDO DE CASTRO PEREIRA




Vida vazia, vida marota!

Dr. Agildo caminhou vagarosamente até a enorme varanda. Saboreava os momentos do entardecer, um a um, como rotina para receber a noite implacável e então, recolher-se para o descanso. Desta vez, contudo, sentia-se diferente. Seus pensamentos esvoaçavam de um canto para outro da memória, contrariando seus comandos, inquietando seu espírito. Sentou-se na velha cadeira, admirando o extenso jardim. Os canteiros, emoldurando as divisas com suas cores imprevisíveis, tentavam suavizar seus sobressaltos. O ipê majestoso, que ele próprio plantara há tantos incontáveis anos, mantinha-se incólume a seus pensamentos. Parou seus olhos no aparente desordenado trabalho da velha árvore, largando o amarelo de pétalas a se desprenderem a cada instante, formando verdadeira alcativa.... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > Jorge Rodrigues

  AUTOR  
 
Jorge Rodrigues

A minha inspiração e base de entendimento vem do dom que Deus me deu: O dom de saber e discernir todas as coisas, desvendar seus segredos, e revelar conhecimento.

Sou um autodidáta que adquiriu conhecimento sem livros e sem mestres por cerca de 10 anos. Minha cultura formal procede unicamente da bíblia (as escrituras do antigo testamento e novo testamento), e do dom que Deus me deu: A arte de criar e conhecer a natureza de todas as coisas por inpiração.

Possuo trabalhos (livros revolucionários e exclusívos), criações artísticas que envolvem manuais de instrumentos para iniciantes (sem nenhuma bibliografia e sem nenhum mestre), arte marcial, romances curtos (uma estória, e um projeto a ser continuado), e escritos exclusívos que são parábolas, curiosidades sobre cinema, provérbios, lições bíblicas, e alguns textos de humor todos exclusívos.