Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

DIREITOS CULTURAIS EM PERSPECTIVA: A FAVOR OU CONTRA?

A 10 de dezembro de 1948 era adotada e proclamada a resolução 217 A (III), pela Assembléia Geral das Nações Unidas. A Declaração Universal dos Direitos Humanos encontra-se traduzida em mais de 300 línguas em seu site oficial (www...) O texto pode ser impresso e arquivado. Vivido? Este o problema maior... A questão da efetiva observância de tais direitos tem sido discutida e analisada, mas há pontos polêmicos, específicos, delicados. E os impasses tornam-se ainda maiores no tocante aos direitos culturais... O que são, afinal, os Direitos Humanos? Por acaso uma definição e uma observância mais satisfatórias destes direitos contribuiriam para melhorar a sorte de seres humanos que vivem situações de injustiças? Isto lhes garantiria uma melhor... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Literatura Paranaense - Provocações Provocações

Teve alguém que disse: “Ou o poeta mata o soneto ou o soneto acaba com a poesia”. E não foi com tal radicalismo que se chegou ao bom poema de nossos dias. Vivem e convivem: quadras, sonetos, sextilhas, trovas, décimas, poesias livres e sem rimas, haicai... Só o féretro da antipoesia deve passar sem o acompanhamento de leitores. A arte é da vanguarda porque rompe o entrave de regimes e ideologias, e o Modernismo é um movimento de vanguarda, por excelência. Aos escritores, artistas e poetas cabe a responsabilidade de guiar os povos, restaurando valores, porque o entulho destrói a sociedade e, isto tem muita importância num mundo aético, de valores invertidos, espalhando e espelhando formas de anticultura. Já virou modismo representar a miséria e, dói-nos dizer, chegam a... (leia mais)

Carlos Zatti




Default



   > CARLOS AUGUSTO BOHANA FILHO

  AUTOR  
 
CARLOS AUGUSTO BOHANA FILHO

 

Carlos Augusto Bohana Filho, Casado com Beatriz Bohana, nascido em  26/11/1959. Baiano, nascido em Salvador, mudou-se para Aracaju/Sergipe em 08/03/1981 para iniciar a atividade de bancário no extinto BNH, posteriormente incorporado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, onde permanece há 32 anos. 

Bohana é pai de três filhos, Tatiana (36), Vinicius (31) e Gustavo (24) que tiveram a participação sempre ativa dos pais na vida deles. Avô de dois netos, Cauã e Rafael, filhos de Tatiana.

Bohana, estudou em Salvador nos Colégios São José, Antônio Vieira, Colégio Militar e Colégio Nobre. Iniciou o curso de Administração na Universidade Católica de Salvador. Formou-se em Administração na Universidade Tiradentes em Aracaju/SE.

Resumo da vida profissional e acadêmica

Bohana, 53 anos, é bancário da CAIXA desde março de 1981, quando assumiu as atividades em Aracaju/Sergipe. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Tiradentes, Bohana, no decorrer dos 32 anos de CAIXA desempenhou as funções de gerente do FGTS, do Crédito Educativo, da Mesa de Open, foi Assistente Regional na Superintendência de Sergipe e Consultor Regional de Canais, além de ter atuado na instrutoria nas áreas comportamental e de atendimento bancário. Atualmente trabalha na Representação da Gerência de Programas Sociais - Salvador em Aracaju.

 Produção do Livro

  Bohana escreveu um diário da vida de cada um dos netos durante o primeiro ano de vida de cada um deles. O de Cauã, o primeiro neto, foi um diário tradicional, porém divertido e repleto de fotos. O do segundo neto, Rafael, foi um diário relatado através de fotos dos 12 meses iniciais de vida e alguns poucos escritos. Ambos vistos apenas por amigos próximos e parentes. Esses dois livros não foram publicados, porém foram encadernados e oferecidos de presente para alguns familiares.

Em março de 2011, quando os netos já tinham quatro e três anos, Bohana começou a se divertir com os comentários e diálogos das crianças. Logo percebeu que a cada nova “tirada” nem ele nem ninguém lembrava com clareza das conversa anteriores. Surgiu assim depois de alguns anos a oportunidade de escrever outro livro com os diálogos divertidos dos netos. Alguns meses depois observou que a coleção já era tão grande que pensou a publicar um livro. Depois de analisar custos e propostas, Bohana assinou contrato com a Editora Protexto de Curitiba/Paraná e publicou o livro CONVERSAS DIVERTIDAS DE NETOS.

Segundo o próprio Bohana, o que está registrado nesse livro não apresenta nada de especial dos seus netos. Eles fazem e dizem coisas que qualquer criança na idade deles também fazem. Apenas ele pretende com esse material é propiciá-los a alegria de um dia, ao lerem tudo que foi escrito sobre eles, sentirem o quanto eles foram curtidos e amados desde que nasceram. Além de poder mostrar a todos que lerem o livro o quanto é importante o registro de tudo que ocorre na vida de uma criança, pois é difícil guardar tudo na memória em uma vida tão dinâmica.

CONTATO COM O AUTOR: carlos.bohana@yahoo.com.br e www.facebook.com/carlos.bohana

Livro: http://www.protexto.com.br/livro.php?cod_livro=453