Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

COLEÇÃO ARQUIVOS - TESOUROS ETERNOS DA LITERATURA IBERO-AMERICANA

Livros à mancheia têm-me chegado nestes últimos meses, levando-me a um profundo mergulho no tempo. A uma reflexão intensa sobre o quanto desconhecemo-nos, ainda que parte imensa nesta América, latina e de proporções gigantescas no tocante a problemas, sim, mas também no tocante à riqueza cultural. Muitas das edições que tenho recebido não são atuais, porém preciosas ao nosso processo de busca e de integração, no qual o fator cultural faz-se imprescindível. Sem conhecermos o passado, lutamos por uma identidade inexistente, segundo alguns autores especializados no estudo e na pesquisa do fenômeno cultural ibero-americano. E as novidades, às vezes antigas, nos impedem este retorno urgente à nossa formação, à nossa certeza de que somos dignos de respeito pela... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Literatura Paranaense - Provocações Provocações

Teve alguém que disse: “Ou o poeta mata o soneto ou o soneto acaba com a poesia”. E não foi com tal radicalismo que se chegou ao bom poema de nossos dias. Vivem e convivem: quadras, sonetos, sextilhas, trovas, décimas, poesias livres e sem rimas, haicai... Só o féretro da antipoesia deve passar sem o acompanhamento de leitores. A arte é da vanguarda porque rompe o entrave de regimes e ideologias, e o Modernismo é um movimento de vanguarda, por excelência. Aos escritores, artistas e poetas cabe a responsabilidade de guiar os povos, restaurando valores, porque o entulho destrói a sociedade e, isto tem muita importância num mundo aético, de valores invertidos, espalhando e espelhando formas de anticultura. Já virou modismo representar a miséria e, dói-nos dizer, chegam a... (leia mais)

Carlos Zatti




Default



   > Neilza Alves Buarque Costa

  AUTOR  
 
Neilza Alves Buarque Costa

Neilza Alves Buarque Costa, natural de Belford Roxo - Rio de Janeiro. Nasceu em 1 de agosto de 1975. Mudou-se ainda criança com seus pais para Recife, onde vive até hoje. É casada e mãe de um lindo filho.

Assistente social formada pela Universidade Federal de Pernambuco, pós-graduada em Psicologia Social e Comunitária pela Faculdade Frassinetti do Recife-PE. Nas horas vagas dedica-se a escrever. Despertou interesse pela literatura na adolescência, onde foi incentivada por Professores que marcaram sua vida. Sempre gostou de ler e escrever poesias, crônicas e pensamentos, quando ia para a cidade do interior em Pernambuco, perdia-se entre os livros literários de sua tia.

Desejos e Devaneios é seu primeiro livro de poemas, baseado nos reflexos de suas realizações e reflexões de uma vida repleta de meditações. Trata-se de poemas que relatam o amor e o desejo claramente, duas molas propulsoras da vida, cujo teor delineia os momentos de alegrias, euforia e descobertas de um ser. 

Para acompanhar o trabalho da escritora, acesse: http://izabuarque.blogspot.com.br/