Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Finalmente, a verdade!

Nada me desperta mais a atenção que a expressão de seu rosto. Olhos pequenos, escuros, escondidos atrás de sobrancelhas grisalhas de onde salta um brilho ofuscante. Olhos ligeiros, matreiros, espertos a contrastar com a velhice que o ronda, que o paquera, que joga alhures seu charme traidor. O sorriso dele, não é coisa facilmente identificável. É um ligeiro esgar maroto, quase sarcástico, às vezes para o lado direito, outras para o esquerdo. É algo forte que agride meu cérebro. Algumas vezes cruzo com ele pela Rua das Flores da minha Curitiba encantada. Em outras, estamos lado a lado, lendo a mesma notícia no jornal pregado na banca. No frio, sempre usa um surrado capote desbotado. No calor, o mesmo paletó xadrez de mangas puídas. Claudicante, corpo encurvado,... (leia mais)

Airo Zamoner




A DIMENSÃO QUE NÃO TERMINA

Um Preâmbulo Em Uberaba, centenária cidade do Triângulo, o primeiro número de Dimensão vinha a lume em Julho de 1980. “Uma simples revista de poesia”, escreveu então seu editor. O futuro se encarregaria de desmentir o título do primeiro editorial, porém se manteria constante através dos anos o propósito do novo periódico. “E´esse, apenas esse, o compromisso desta revista, mais uma entre tantas, mortas, existentes ou ainda por existir: efetivo compromisso com a qualidade da poesia”. O compromisso com a qualidade da poesia manteve-se durante os trinta números da publicação. Ao longo dos seus quase vinte e um anos de circulação (Julho de 1980 – Abril de 2001), é um marco de sua excelência. Outras balizas foram atingidas no curso do tempo, levando... (leia mais)

Aricy Curvello




Default



   > Chris Herrmann

  AUTOR  
 
Chris Herrmann
Christina Magalhães Herrmann nasceu no Rio de Janeiro. Estudou literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro; música e piano no Conservatório Brasileiro de Música (CBM). Desde muito jovem, começou a escrever poemas e compor músicas. Vivendo com sua família na Alemanha desde 1996, trabalha como Web Designer e tradutora do Inglês e Alemão para o Português. Seu espírito criativo, combinado à paixão pela Literatura Japonesa e Arte Digital, vem contribuindo para uma nova geração de haicais teuto-brasileiros. Participou de diversas publicações de poesia impressas e digitais no Brasil, Espanha e Estados Unidos. Idealizou e lançou em parceria com o Congresso Brasileiro de Poesia, em 2006 e 2007, cinco antologias de poesia, incluindo uma somente com haicais de poetas de suas comunidades virtuais.
Tem uma coluna quinzenal – a Orkultural – no conceituado portal cultural Blocos Online. Em novembro de 2007 foi nomeada consulesa do movimento Poetas del Mundo em Dusseldorf, Alemanha, por indicação da poeta Delasnieve Daspet, embaixadora universal da paz para o Brasil.
Sítio oficial: www.christinaherrmann.com