Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Vida vazia, vida marota!

Dr. Agildo caminhou vagarosamente até a enorme varanda. Saboreava os momentos do entardecer, um a um, como rotina para receber a noite implacável e então, recolher-se para o descanso. Desta vez, contudo, sentia-se diferente. Seus pensamentos esvoaçavam de um canto para outro da memória, contrariando seus comandos, inquietando seu espírito. Sentou-se na velha cadeira, admirando o extenso jardim. Os canteiros, emoldurando as divisas com suas cores imprevisíveis, tentavam suavizar seus sobressaltos. O ipê majestoso, que ele próprio plantara há tantos incontáveis anos, mantinha-se incólume a seus pensamentos. Parou seus olhos no aparente desordenado trabalho da velha árvore, largando o amarelo de pétalas a se desprenderem a cada instante, formando verdadeira alcativa.... (leia mais)

Airo Zamoner




A terceira intenção

Tenho vontade de parar. Descansar. Interromper essa andança sem tréguas. Já trilhei à beça. Já corri, já tremi, já sofri, já ri também à beça. Já fiz troça, já respeitei, já ofendi, já obedeci, já liderei, já escrevi outra vez à beça. Já pensei que transformaria esse mundo dos homens, mas descobri que o mundo é das mulheres. Tenho vontade de parar, sim. Mas não posso! Não posso interromper essa caminhada. Tenho que trilhar mais um tanto, correr, tremer, sofrer, rir, respeitar, ofender, obedecer, liderar, escrever, transformar outro tanto, outro inútil tanto. Nasci nos estertores da segunda guerra do mundo, no limiar da paz. No vestibular da maturidade, carreguei uma pistola na cinta, pilotei um tanque de guerra, atirei com uma ponto-trinta. Joguei granadas... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > José Herculano da Nóbrega

  AUTOR  
 
José Herculano da Nóbrega

                                                         Biografia

 

José Herculano da Nóbrega nasceu no dia 06 de janeiro do ano de 1943, na cidade de Juazeiro do Norte, Ceará. O interesse pela literatura surgiu no curso ginasial em 1965, quando começou a escrever as primeiras quadrinhas. A poesia passou a distrair a alma. Cinco anos após estava em Manaus. Constituiu família e continuou desenvolvendo o seu gosto pela poesia, o encanto íntimo do Ser. Somente em 2008 editou o primeiro Livro: Alma, Deslumbre & Poesia. Com a alegria dos   netos e do segundo livro, Carta de Deus: Ao Homem do Planeta Terra... O autor vibra com o que acontece na Hipóstase Social e admira mesmo distante de uma nova sociedade.   Esperando a compreensão e a união na Sociedade Futura, é o desejo. O terceiro livro em 2012, com o título Presenciar Haicai Sazonal Brasileiro. No secreto do trabalho. Agora o foco principal é editar estes novos livros inéditos, que são: Enjaula Poesia, Haicai – Aqui e o Romance - Filho na Terra Criado nas Estrelas.

 

Manaus, 21/9/2015

José Herculano da Nóbrega