Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

PRESIDENTE! O SONHO ACABOU...

Ele esfregou os olhos como criança. Piscou várias vezes. A penumbra da manhã impúbere digladiava contra a noite rebelde, envelhecida, teimosa. Ela sabia de sua derrota cotidiana, desistiu e se encolheu, aguardando escondida em conhecidos cantos inabitados. Conformada, sabia da vitória certeira contra a iluminação do dia que murcharia dentro de algumas horas. Ele voltou a esfregar os olhos remelentos, sentir o sonho recém apagado. A agenda do dia disparou assessores pelas quinas do palácio. Desde os primeiros dias de poder, não havia mais tempo para devaneios infantilóides e o sonho se dissipava no emaranhado confuso das marchas e contra-marchas, dos argumentos e contra-argumentos, das possibilidades e impossibilidades, todas ignoradas no longo, muito longo e mal feito... (leia mais)

Airo Zamoner




Finalmente, a verdade!

Nada me desperta mais a atenção que a expressão de seu rosto. Olhos pequenos, escuros, escondidos atrás de sobrancelhas grisalhas de onde salta um brilho ofuscante. Olhos ligeiros, matreiros, espertos a contrastar com a velhice que o ronda, que o paquera, que joga alhures seu charme traidor. O sorriso dele, não é coisa facilmente identificável. É um ligeiro esgar maroto, quase sarcástico, às vezes para o lado direito, outras para o esquerdo. É algo forte que agride meu cérebro. Algumas vezes cruzo com ele pela Rua das Flores da minha Curitiba encantada. Em outras, estamos lado a lado, lendo a mesma notícia no jornal pregado na banca. No frio, sempre usa um surrado capote desbotado. No calor, o mesmo paletó xadrez de mangas puídas. Claudicante, corpo encurvado,... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > José Herculano da Nóbrega

  AUTOR  
 
José Herculano da Nóbrega

                                                         Biografia

 

José Herculano da Nóbrega nasceu no dia 06 de janeiro do ano de 1943, na cidade de Juazeiro do Norte, Ceará. O interesse pela literatura surgiu no curso ginasial em 1965, quando começou a escrever as primeiras quadrinhas. A poesia passou a distrair a alma. Cinco anos após estava em Manaus. Constituiu família e continuou desenvolvendo o seu gosto pela poesia, o encanto íntimo do Ser. Somente em 2008 editou o primeiro Livro: Alma, Deslumbre & Poesia. Com a alegria dos   netos e do segundo livro, Carta de Deus: Ao Homem do Planeta Terra... O autor vibra com o que acontece na Hipóstase Social e admira mesmo distante de uma nova sociedade.   Esperando a compreensão e a união na Sociedade Futura, é o desejo. O terceiro livro em 2012, com o título Presenciar Haicai Sazonal Brasileiro. No secreto do trabalho. Agora o foco principal é editar estes novos livros inéditos, que são: Enjaula Poesia, Haicai – Aqui e o Romance - Filho na Terra Criado nas Estrelas.

 

Manaus, 21/9/2015

José Herculano da Nóbrega