Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

DEUS EX-MACHINA

Gostaria de falar não dum recurso técnico de última hora, ou de mágica inexplicável do computador. Mas sim, de um “Deus que desce por meio de uma máquina”, amorfo, subentendido, perversamente escondido em todas as frases, sons e imagens da violência atual. Tenho me encontrado com um certo “DEUS EX-MACHINA” com freqüência, embora o tente repeli-lo, ele tem insurgido insistentemente em quase tudo que leio, assisto e vejo. É possível demonstrar sua presença atualmente em mais de 80% do que se escreve, filma ou televisiona. Fica difícil explicar à luz da lógica, esta capacidade milagrosa dos “mocinhos”, “heróis” atuais de escaparem ilesos das cenas violentas a que são submetidos. São “Imagens”, “Sons” e “Letras”, que surgem não sei donde;... (leia mais)

Gilmacedo




EMOÇÂO

Foi um dia de intensa emoção. Estava triste, sem saber o que fazer. Alguém aconselhou. “Quebra o bloqueio. Põe tudo que sente pra fora”. Depois do conselho, pensou. “Talvez escrevendo eu consiga. É isso. Ponho no papel. Assim não amolo ninguém”. Agora, sentada frente à máquina, não sabe como dar início. Como pôr pra fora o que sente? Não sabia... Passou a vida toda segurando suas emoções, só extravasadas em lágrimas, a única coisa que não sabia guardar. Uma simples vontade depois de um conselho. Conseguiria fazê-las saírem? Na verdade, não era uma simples vontade. Era uma profunda vontade. Pensou que talvez fosse mais feliz, mais liberta, se conseguisse algum dia, de alguma forma, “botar pra fora”, nem que fosse um pouquinho só, toda aquela emoção... (leia mais)

Isis Berlinck Renault




Default



   > Guilherme Augusto Pereira de Queiroz

  AUTOR  
 
Guilherme Augusto Pereira de Queiroz

Nasci em agosto de 1951 na cidade de São Paulo. Vim morar em Curitiba no final dos anos 70, onde resido até hoje. Sou casado, tenho dois filhos e três netos. Estudei em duas faculdades: Medicina Veterinária - UFPR - e Administração de Empresas - FESP-PR. Acredito que tenho um espírito cristão e solidário, sendo minha religiosidade espiritualista. Atuei no movimento escoteiro por quase uma década. Fui professor de informática básica, tendo me especializado na educação de crianças e pessoal da terceira idade. Fui radialista, vendedor técnico de computador de grande porte, e gerente comercial e corretor de imóveis. Sou partidário convicto do bom humor e da amizade sincera. Sempre que aparece uma oportunidade, faço voluntariamente as performances de Coelho da Páscoa, Mickey, Papai Noel, etc. Agradeço os incentivos e colaboração dos amigos e familiares e, em especial, à minha irmã Noemia - autora do texto da primeira “orelha” - e à Emilia Rebonato - revisora integral do texto do livro.

 

Guilherme A. Pereira de Queiroz