Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

O que e como fazer para escrever bem

Uma das maiores preocupações que permeiam o âmbito escolar tem sido a produção de texto, em especial o dissertativo, por apresentar dificuldades no seu processo de elaboração e produção. Por ser um texto que procede de reflexões sobre determinado assunto, em que a opinião do locutor deve ser explicitada e, principalmente, acatada pelo interlocutor, exige-se maior rigor e complexidade nos mecanismos de produção. Quer dizer, ao comentar sobre determinado assunto tem-se a pretensão de atingir o outro, seja por convencimento ou por persuasão. Assim, torna-se fundamental se servir de uma linguagem elaborada, haja vista que para se obter adesão do interlocutor, o discurso deva... (leia mais)

Andreia Frederico Coutinho




REBELDIA

- Espere aí! Você não está querendo dizer que o que me falta é rebeldia, está? - Estou! - Isso é inacreditável! Tive uma vida regrada. Tudo certinho no lugar. Me formei, fiz mestrado, doutorado, pós-doutorado e trabalho diuturnamente em pesquisas vitais para a humanidade... Não sou estúpido pra jogar tudo isso pro alto! - Estou tentando ajudar a explicar essa sua sensação... Você está aqui agora, em pleno horário de expediente, sentado comigo neste banco público... Por quê? - Já disse antes! Não me sinto bem! - E o médico? - Não é coisa de médico... - Então, voltamos ao início. Vou falar agora com todas as... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > eleidimar reginaldo

  AUTOR  
 
eleidimar reginaldo

Libélula Vitória é o pseudônimo literário de Eleidimar Reginaldo. Nascida em Divino, Minas Gerais, no dia 09 de agosto de 1993, é filha caçula de Itamar Reginaldo e Denilda Domiciano de Abreu Reginaldo, ambos lavradores.  Apesar de ter nascido em Divino, a autora se criou em uma cidade vizinha, chamada Orizânia-MG.  Até os 17 anos estudou na Escola Municipal Dr. Xenofonte Mercadante, em Orizânia.

Em 2011, iniciou o curso de Geografia na Fundação FAFILE (Atual UEMG-campus Carangola) em Carangola e publica seu primeiro livro de poesias intitulado “Sonhos em Versos”. Na metade do curso foi internada acometida por uma depressão, tendo mais quatro internações.  Durante o período de internação conheceu Álvares de Azevedo, tornando, o mesmo, seu estro inspirador.

Em 2013, terminou o curso de Geografia, vindo a ingressar no Curso Técnico em Meio Ambiente do CEM (Centro Educacional de Manhuaçu) no ano seguinte, formando se em 2015. 

 

Em 2016, adicionará a seu currículo mais um curso.  A mesma estudará Engenharia Florestal na renomada UFV, Viçosa-MG.