Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Anthologie...

Obra: „Anthologie de la Poésie Romantique Brésillienne » - Bilingüe (Port. / Fr.) Poemas escolhidos por Izabel Patriota P. Carneiro, apresentados por Didier Lamaison e prefaciados por Alexei Bueno Versão francesa: Adrienne Álvares de Azevedo Macedo, Didier Lamaison e Cécile Tricoire Editoras: UNESCO PUBLISHING / EULINA CARVALHO Formato: 14 x 21cm Páginas: 257 Preço: 27,45 € 2002, ISBN: 92-3-003786-9 Na década consecutiva à da Independência obtida em 1822, chega ao Brasil a revolução das sensibilidades que já soprava sobre a Europa após o início do século. O Romantismo brasileiro aparece com a publicação, em Paris, de “Suspiros Poéticos e Saudades”, de Gonçalves de Magalhães, em 1836. Mas é com Gonçalves Dias que nasce verdadeiramente a grande poesia... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




A DIMENSÃO QUE NÃO TERMINA

Um Preâmbulo Em Uberaba, centenária cidade do Triângulo, o primeiro número de Dimensão vinha a lume em Julho de 1980. “Uma simples revista de poesia”, escreveu então seu editor. O futuro se encarregaria de desmentir o título do primeiro editorial, porém se manteria constante através dos anos o propósito do novo periódico. “E´esse, apenas esse, o compromisso desta revista, mais uma entre tantas, mortas, existentes ou ainda por existir: efetivo compromisso com a qualidade da poesia”. O compromisso com a qualidade da poesia manteve-se durante os trinta números da publicação. Ao longo dos seus quase vinte e um anos de circulação (Julho de 1980 – Abril de 2001), é um marco de sua excelência. Outras balizas foram atingidas no curso do tempo, levando... (leia mais)

Aricy Curvello




Default



   > Luis Garcia

  AUTOR  
 
Luis Garcia

A escrita tem sido uma paixão constante, desde a poesia, em que se estreou em 1989, como autor na colectânea “Poetas do Nosso Tempo” em Braga, à prosa em que se deu a conhecer com o 2º Prémio na categoria de Conto, no Concurso Literário Emília Cruz, em Tomar, ainda no ano de 1989.

Ainda na década de 90 participou nas colectâneas de poesia “Poetas do Nosso Tempo II” novamente em Braga e “Individualismo e Solidariedade Hoje” em Amora. Colaborou ainda, durante este período, com o Suplemento de Poesia do Jornal Correio da Manhã.

Premiado em diversos concursos literários nas categorias de Prosa e Poesia entre 1989 e 2009, publica o primeiro livro de ficção em 2008, “A lenda contada de uma vida escondida”, uma história acerca de mãos que trabalham a madeira, mãos que trabalham o coração, mãos que magoam, mãos que separam e mãos que não se souberam reencontrar.

Em 2009 edita o segundo livro, um conjunto de contos com o título “Conta-me coisas”, porque todos temos uma história para contar, aquela que sonhámos, a que gostaríamos de ter vivido ou até aquela que fingimos viver.

Tem prosa e poesia publicadas em Revistas Culturais em Portugal, Espanha, Brasil e Colômbia. Ainda em 2009 é seleccionado para uma colectânea de poesia no Concurso Literário Internacional de Montevideu no Uruguai e lança dois livros de poesia, “Erros e outras ficções” e “O horizonte do beijo”.

Publica em 2010 “O encenador de vidas”,  um romance em que o tempo é o verdadeiro herói, e “Poesias em construção”. Ainda em 2010 é seleccionado para uma colectânea de poesia no Brasil.