Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Literatura Paranaense - Provocações Provocações

Teve alguém que disse: “Ou o poeta mata o soneto ou o soneto acaba com a poesia”. E não foi com tal radicalismo que se chegou ao bom poema de nossos dias. Vivem e convivem: quadras, sonetos, sextilhas, trovas, décimas, poesias livres e sem rimas, haicai... Só o féretro da antipoesia deve passar sem o acompanhamento de leitores. A arte é da vanguarda porque rompe o entrave de regimes e ideologias, e o Modernismo é um movimento de vanguarda, por excelência. Aos escritores, artistas e poetas cabe a responsabilidade de guiar os povos, restaurando valores, porque o entulho destrói a sociedade e, isto tem muita importância num mundo aético, de valores invertidos, espalhando e espelhando formas de anticultura. Já virou modismo representar a miséria e, dói-nos dizer, chegam a... (leia mais)

Carlos Zatti




DEUS EX-MACHINA

Gostaria de falar não dum recurso técnico de última hora, ou de mágica inexplicável do computador. Mas sim, de um “Deus que desce por meio de uma máquina”, amorfo, subentendido, perversamente escondido em todas as frases, sons e imagens da violência atual. Tenho me encontrado com um certo “DEUS EX-MACHINA” com freqüência, embora o tente repeli-lo, ele tem insurgido insistentemente em quase tudo que leio, assisto e vejo. É possível demonstrar sua presença atualmente em mais de 80% do que se escreve, filma ou televisiona. Fica difícil explicar à luz da lógica, esta capacidade milagrosa dos “mocinhos”, “heróis” atuais de escaparem ilesos das cenas violentas a que são submetidos. São “Imagens”, “Sons” e “Letras”, que surgem não sei donde;... (leia mais)

Gilmacedo




Default



   > altair almeida

  AUTOR  
 
altair almeida

A respeito do autor

Altair de Almeida

Natural de São Paulo,capital, graduou-se em tecnologia pela POLI-USP, fez  pos-graduação em administração com ênfase emmarketing e logo após  MBA em marketingpela FGV.

Sempre trabalhou emgrandes empresas de tecnologia, onde especializou-se em marketing eprincipalmente no relacionamento e no olhar sobre o ser humano.

Atualmente é  um profissional do segmento de tecnologia,consultor e palestrante.

Seus autorespreferidos são: o poeta W.B.Yeats, Baudelaire, Walt Withman, e também Franz Kafka, Dostoievsky e LygiaFagundes Telles.

Seu primeiro livrofoi “Paisagens da minha janela”.

Se por um lado suapoesia, mostra a busca incansável de algo e de alguém, seus contos sofrem ainfluencia desses autores onde o cotidiano mostra explicitamente sua facesurreal.

Suas crônicas mostramo desconforto do homem moderno em meio a tudo ao seu redor, mas também mostrama esperança no ser humano e nas energias que governam a todos e a tudo.