Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Encerra-se a primeira turma de pós-graduação em dança de salão com magnífica produção científica.

Para a dança de salão brasileira, o ano de 2005 é um divisor de águas. A partir desta data, começa a educação formal na área, o que se deve à abertura da primeira turma de pós-graduação em dança de salão, na Faculdade Metropolitana de Curitiba - FAMEC. O curso tem duas coordenadoras, uma das quais, conhecida por fazer parte do âmbito da dança há muito tempo: Gracinha Araújo. Devido a uma vida dedicada à dança clássica, enfrentou os preconceitos vigentes no meio da dança de salão, superando as dificuldades. Com Abigail Carneiro, tornou realidade, de maneira pioneira, o que muitos só sonharam. O resultado... (leia mais)

Maristela Zamoner




Literatura Paranaense - Provocações Provocações

Teve alguém que disse: “Ou o poeta mata o soneto ou o soneto acaba com a poesia”. E não foi com tal radicalismo que se chegou ao bom poema de nossos dias. Vivem e convivem: quadras, sonetos, sextilhas, trovas, décimas, poesias livres e sem rimas, haicai... Só o féretro da antipoesia deve passar sem o acompanhamento de leitores. A arte é da vanguarda porque rompe o entrave de regimes e ideologias, e o Modernismo é um movimento de vanguarda, por excelência. Aos escritores, artistas e poetas cabe a responsabilidade de guiar os povos, restaurando valores, porque o entulho destrói a sociedade e, isto tem muita importância num mundo aético, de valores invertidos, espalhando e espelhando formas de anticultura. Já virou modismo representar a miséria e, dói-nos dizer, chegam a... (leia mais)

Carlos Zatti




Default



   > Hideraldo Montenegro

  AUTOR  
 
Hideraldo Montenegro

Hideraldo Montenegro nasceu em 26 de novembro de 1957 em Moreno, Pernambuco. Aos 18 anos foi morar em São Paulo, onde viveu durante 10 anos. Atualmente colabora esporadicamente com artigos sobre misticismo com uma revista do gênero. Hoje, além da poesia, se dedica principalmente dos estudos místicos e, neste campo, fez algumas palestras e publicou dois livros sobre o assunto. Concomitantemente sempre desenhou e escreveu.

Em 1984 começou a publicar poemas em alguns jornais e revistas. Publicou dois livros de crônicas pela livrorápido A Eternidade do Ser e A Ponte Cósmica. No ano de 2010 publicou os livros de poesias Alquimia das Águas, O Pássaro e Humano Canto, respectivamente, pela Artexpressa Editora.