Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Pedagogia do Amor

Vivemos uma época de calamitosa incerteza (Martin Luther King) A humanidade caminha de mãos dadas, rumo ao caos. Os valores se invertem, mergulhados nas valas da hipocrisia. O amor que sempre foi o marco da esperança, da fé, da solidariedade existencial, antes praticada olho no olho, hoje é substituído pela tela de um computador ou vídeo de um televisor, até mesmo pelo marketing do imediatismo. Uma espécie de ditadura da frieza. A família era mais unida. Hoje, vai se destruindo nos tentáculos de atividades objetivas, onde o casal, a cada dia, tem menos contato com os seus filhos. Tentar ser alguém no futuro era, sobretudo, motivo e instrumento de interesse pessoal. Ir à luta, era buscar garantir a possibilidade única de vencer e tornar-se... (leia mais)

Josias Alcântara




O LEÃO E O BURRO

O velho e temido leão, Com uma fome danada, foi procurar o burrinho para uma bela caçada. E encontrando o animal, Que não era muito esperto, Combinou que ele seria De uma ramagem coberto. Tudo pronto, à caça foram. E o burrinho camuflado Tinha que urrar diferente Do que estava acostumado. O burro treinou bastante, Foi treinando mais e mais. Com seus urros bem estranhos Espantou os animais. As bestas apavoradas Saíram em disparada. E o leão se aproveitou Pra fazer sua caçada. Tendo feito várias presas, Exausto, foi descansar,. Então pediu ao asninho Que parasse de urrar. Aquele, já todo prosa, Perguntou para o leão: “E que tal a minha voz?... (leia mais)

GERALDO DE CASTRO PEREIRA




Default



   > Renato Araujo

  AUTOR  
 
Renato Araujo

Escritor, poeta, compositor e tradutor, iniciou suas aventuras literárias ainda na adolescência com poesias de amor e, mais tarde, começou a compor músicas, sempre acompanhado de seu violão.

 

Seu interesse em línguas o levou a cursar duas faculdades de Letras (português-inglês e português-italiano) e Mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Carioca de nascimento, Friburguense de coração, amante da literatura, da música e das artes em geral, já escreveu mais de 300 poesias, 200 músicas e diversos contos e crônicas.

Apesar das enormes dificuldades para se publicar livros no Brasil, conseguiu, com o apoio da Editora Protexto, lançar seu primeiro livro (impresso) “Pela poesia entreaberta” em 2011. Entretanto, já havia lançado em 2010 um livro no formato digital (e-book) “Vote em mim e será seu fim”, também de poesias que revela seu perfil contestador e fala do mundo da política.

 

Com o objetivo de compartilhar seu amor pelas artes e incentivar outros poetas, escritores e compositores a divulgarem seu trabalho e trocarem experiências criou, em 2010, o blog Pratique Poesia (www.renatoaraujo.com).