Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
A Garota do Posto
Francisco Moreira de...
R$ 25,90
(A Vista)



Ruínas-01-110
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > A GRALHA SOBERBA E O PAVÃO



GERALDO DE CASTRO PEREIRA
      POESIAS

A GRALHA SOBERBA E O PAVÃO

          
 
           A gralha, toda soberba,
           De um pavão penas pegou.
           E com elas, satisfeita,
           O corpo todo adornou.
.
            Foi então se misturar
            com o bando dos pavões.
            Aqueles não a aceitaram,
            E, formando batalhões,
 
            As penas dela arrancaram
            Com seus bicos afiados.
            E depois afugentaram
            A intrusa com seus brados.         
 
            Após aquele vexame,
            A gralha, toda humilhada,
            Quis voltar à sua espécie,
            Mas, foi logo rechaçada.
 
           Outra gralha assim lhe disse,
           Com muita sabedoria:” 
          Se ficasse aqui conosco,
          Repulsa não sofreria”.        .
 
 
          Desta fábula extraímos
          Esta pequena lição;
          “Nem todos estão contentes
          “com a sua  condição”
 
        
 
 
 
 
 
 
 



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui