Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
Arquitetura-03-418
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Paisagens-02-049
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > FÁBULA: A OVELHA E O LOBO



GERALDO DE CASTRO PEREIRA
      POESIAS

FÁBULA: A OVELHA E O LOBO

A  OVELHA, O CÃO  E  O  LOBO

Foi à casa da ovelhinha
Um cão muito malicioso
Reclamar que lhe emprestara
Grande pão delicioso.
 
Mas, a ovelha, surpreendida
Com aquela afirmação,
O empréstimo negou,
Como lhe afirmara o cão
 
Não desistindo da lide,
O canídeo caloteiro.
Chamou como testemunha
Um velho lobo matreiro.
 
O lobo compareceu.
Sem escrúpulo nenhum
Foi logo testemunhando:
“São dez pães e não só um”
 
 
A ovelhinha, injustamente,
Assim fora condenada,
Pagando dez pães ao cão,
Sem que lhe devesse nada.
 
Mas, passado certo tempo,
A ovelha o lobo encontrou
Jazendo numa armadilha
Que alguém lhe preparou.
 
Com muito nojo falou
Áquele lobo asqueroso:
“isto é uma recompensa
Para quem é mentiroso”.
 
 Obs: fábula de Fedro, por mim traduzida do latim e versificada. 

 Geraldo de Castrro Pereira
 
.
.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui