Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
As muletas do...
Airo Zamoner
R$ 10,80
(A Vista)



Na Mesma Moeda
Livino Virginio...
R$ 49,60
(A Vista)






   > SUSSURROS DO BAMBUZAL



GERALDO DE CASTRO PEREIRA
      POESIAS

SUSSURROS DO BAMBUZAL

Quando a tarde descamba lentamente
E, soprando, soluça a ventania,
O bambuzal tristonha sinfonia
Põe-se a cantar, num sussurrar plangente.
 
Verdes folhas farfalham, tristemente,
Sob os efeitos de uma aragem fria.
E os troncos vão gemendo de agonia,
Como se os açoitasse mão veemente.
 
Eu, quantas vezes, descansando à sombra
Dos bambuzais, ouvi esta sentida
Lamentação entre a macia alfombra.
 
Do bambuzal lembrando, assim pensei:
“Até árvores  sentem dor na vida,
Por que também eu não a se
ntirei?”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui