Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
Arquitetura-03-418
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Conquistas,apenas uma...
Itiel Monteiro de...
R$ 26,80
(A Vista)






   > ONDAS DO MAR



GERALDO DE CASTRO PEREIRA
      POESIAS

ONDAS DO MAR

 
Da relva tenra e macia,
Ali deitado a sonhar,
Contemplo, maravilhado,
As verdes ondas do mar.
 
Elas vão e voltam sempre!
Elas vão e voltam -, vede!
E quase sempre não param,
Como um balanço de rede.
 
Algumas morrem  na praia
Outras vem em seu lugar.
Com suas espumas brancas
Se dissolvendo pelo ar.
 
E quando todas se encrespam,
Parece não terem medo,
Mas, logo se despedaçam
Ao encontro de um rochedo
           
Vem, ó brisa,levemente
Beijar as ondas do mar!
Para mim és melodia
Que não canso de escutar.
 
Vêm, ó ondas, vêm, marolas,
Neste vai-e-vem sem fim,
Levem bem longe a tristeza
Que mora dentro de mim!
 
 
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui