Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Kalls - Amanhecer
Diego Lincoln Campos
R$ 42,90
(A Vista)



As muletas do...
Airo Zamoner
R$ 10,80
(A Vista)






   > Sabedoria



Geraldo Mario de Aguiar
      CONTOS

Sabedoria

           Em tempos remotos os sabios andavam pela terra le-vando  sabedoria  e  conheci- mento aos povos menos favo-recidos.
         Certo dia o sabio chegou em um tribo e  logo  todos  se reuniram  a  fim  de  obterem conhecimento em busca de boa saúde e paz espiritual.
           Um homem procurando entender de onde vinha tanto conhecimento,pensou em desmoralizar aquele que era denominado um sábio.
            O homem retornou a sua morada,retirou um pássaro da gaiola e seguiu para junto de todos,era o último a ser atendido pelo sábio,em seus pensamentos a certeza de que naquele dia iria desmoralizar o velho diante de todos.
              O momento havia chegado,diante do sábio mantinha uma mão sobre a outra e dentro estava o pássaro:
-Diga bom homem,o que te atormenta?
-Trago nas mãos um pássaro,pergunto ao sábio,este pássaro está vivo,ou este pássaro está morto?
               O sábio olhou fixamente para aquele homem,sabia que naquelas palavras se fazia um interesse,um desafio e principalmente uma maldade.
-Então velho sábio,não sabe responder?
O velho sábio respondeu:
-A resposta está em suas mãos,se apertar ele morre,se abrir ele voa.
                                                                     Mario Aguiar
       

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui