Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
LEGISLAÇÃO...
JONAS VIANA DE OLIVEIRA
R$ 83,70
(A Vista)



Natureza-03-181
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > VULCÃO



GERALDO DE CASTRO PEREIRA
      POESIAS

VULCÃO

 
Meu cérebro é um vulcão
Que lança lavas incandescentes
Em catastrófica erupção.
Quando menos se espera,
Ele ruge e freme e se espedaça.
E, enfurecido, lança aos ares,
Pedaços de nuvens de fumaça,
Em loucas elucubrações.
 
Quantas vezes eu fiquei
Soterrado e sem ação,
Sem poder soltar meu brado,
Sob as cinzas envenenadas
Deste assombroso vulcão.
 
 
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui