Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (130)  

 
 
A Caçada do Tatu
José Daniel Deodoro
R$ 41,90
(A Vista)
INDISPONÍVEL

Dezoito Mulheres,...
Airo Zamoner
R$ 25,50
(A Vista)






   > Os sonhos de um pensador



SIDNEY ARRUDA
      PENSAMENTOS

Os sonhos de um pensador

Os nossos sonhos... Os nossos sonhos estão jogados as margens de uma rodovia e essa rodovia está cheia de crateras.
Ontem à noite olhando a chuva que caia, em meu pensamento veio à imagem do sorriso dela.
A chuva continuou a cair e ela continuava em minha mente.
E outra vez nós brigamos! E mais uma vez fiquei olhando à chuva pela minha janela... Pensando:
Nós somos aquilo que devemos ser! como é um beija-flor que vive para provar o mais puro mel. Como é o vento que entra pela nossa janela sem pedir para entrar. Não precisamos pedir licença pra ser o que somos!
Lembrei também dos versos de uma canção: “sonhos que podemos ter, sonhos que podemos ser..”
Às margens de uma rodovia estão os sonhos de uma vida toda.
Que com o vento vão embora e nunca mais sonhamos os mesmos sonhos.
Será que o beija-flor sonha? Se ele sonha deve ser com um jardim cheiro de flores. Ah, eu já não sei mais o que pensar, não sei se estou sonhando ou se estou acordado...
Não sei se eu estou fazendo a coisa certa, mas se não tiver, Deus me perdoe, ninguém é perfeito. Ou será que somos perfeito sendo apenas o que devemos ser?
Como fazer a coisa certa num mundo errado? Como sonhar com um jardim cheio de flores se o homem está acabando com a natureza? Já não sei o que pensar, acho que vou parar de pensar... Quero parar de pensar!! A chuva já inundou minha cabeça e também a rodovia por onde vi passar o sorriso da vida, na imortal esperança do ser, sempre renascendo em nossos sonhos... Mesmo naqueles sonhos que persistem às margens desta rodovia já quase intransitável – sonhos que caminhando passo-a-passo alcançam o infinito amor e a verdade eterna.
O homem que não sonha, não vive. Sonhar é ver o futuro.
 
                                                                                      



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui