Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
R$ 33,70
(A Vista)
INDISPONÍVEL

Os Egmons
Airo Zamoner
R$ 40,40
(A Vista)






   > TIRIRICAS E BROMÉLIAS



Luiz C. Lessa Alves
      CRôNICAS

TIRIRICAS E BROMÉLIAS

TIRIRICAS E BROMÉLIAS
 
A candidatura de Francisco Everardo Oliveira Silva a deputado federal por São Paulo, nessa última eleição, foi muito criticada pela mídia por todo Brasil, tendo seu desfeche final, em favor do candidato, que, contrariando aos invejosos, será diplomado, segundo afirmou o presidente do TRE-SP, Walter de Almeida Guilherme.
Nem os seus 1.353 milhões de votos recebidos democraticamente conseguiram minimizar o preconceito, insatisfação, ignorância e a inveja também, dos críticos e seus fantoches.
Antes que me julguem mal, direi que, a meu ver, uma pessoa para ser deputada, federal ou mesmo estadual, teria que ter, no mínimo, um terceiro grau e ser de boa índole, também. Contudo, na constituição não há tal exigência, logo, vamos respeitar aqueles que o povo escolheu.
A imprensa é por demais demagoga. Por que ela não comentou nada sobre a candidatura de Romário? Que diferença há entre esse e aquele? Quanto ao caráter daquele nunca ouvi ninguém falar mal; já o desse... E semi-analfabeto por semi-analfabeto... Se o primeiro não sabe ler, o segundo não sabe contar até mil, e aí? Que briga feia vai haver em Brasília, hein! Que vai ter gente de língua nrolada, isso vai!   
Em janeiro, quando Francisco Everardo se mudar para o brejo do Planalto, não vai passar de uma bromélia, ao se misturar àquelas “tiriricas” velhas e enraizadas.
Seja no esporte, dentro da mídia, na música... Onde quer que haja grupo de pessoas, vamos encontrar sempre “tiriricas”. Em janeiro a TV Globo vai lançar mais uma semente desta erva daninha de número onze, e a gentalha já está ansiosa aguardando.
Nós vivemos no meio de tantas “ervas daninhas”, não sei por que a imprensa fez aquele alvoroço danado, tentando prejudicar uma simples bromélia, insistindo que aquela, não dava flor; digo não sabia ler. Época não diria isso, caso Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, fizesse parte do elenco humorístico da Rede Globo de Televisão! Disso eu tenho certeza!


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui