Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (131)  

 
 
Preto no Branco - Verso...
Levi Beltrão
R$ 44,50
(A Vista)



Contos de Curitiba
Airo Zamoner
R$ 36,50
(A Vista)






   > PORTAS FECHADAS



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

PORTAS FECHADAS

PORTAS FECHADAS
 
Fecharam-se as portas, e eu fiquei só;
Do lado de fora estava frio, e eu pedi;
A solidão queimava-me a alma, e eu implorei;
A escuridão da noite aterrava-me, e eu supliquei...
Mas, ninguém me ouviu... e então chorei.

Em meio a lágrimas e pranto, dali eu segui
Caminhos tortuosos, estradas íngremes,
Como nômade errante, solitário e triste.
 
Desiludido da vida meu mundo fechei;
No leito da dor, cansado deitei,
E nunca mais acordar para o amor, eu jurei!
 
Certo dia, porém, batem em meus umbrais;
Ergui a cabeça e pensei:
“Meu Deus, quem será?”
Como se me ouvisse, alguém me responde:
- Sou eu, o amor, e vim pra ficar!


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui