Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (131)  

 
 
R$ 46,40
(A Vista)



Enjaule Poesia
José Herculano da...
R$ 49,90
(A Vista)






   > SEMEADURA



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

SEMEADURA

SEMEADURA
 
Antes de plantar, lavrai a terra.
Só depois, lançai a semente.
E, regando-a sempre,
Esperai que ela venha vingar.
Com sorte, germinará.
Contudo, pode até não desabrochar.
Ainda que brote,
Pode não florescer.
Mesmo florindo,
Ninguém garante que polinizará.
Que frutifique,
Não quer dizer que amadureça.
Que madure;
Não se sabe se colhereis.
Ainda que sim,
Mesmo que não,
Devemos arar, semear, cultivar...
Se vamos comer do fruto ou não,
Não, importa,
Deus compensará!


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui