Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (131)  

 
 
Passagens-01-007
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Conquistas,apenas uma...
Itiel Monteiro de...
R$ 26,80
(A Vista)






   > SEGREDO



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

SEGREDO

SEGREDO
 
Hoje o sol me viu de olhos vermelhos
E lamentando muito o meu proceder,
De ter preferido perder a amada
À amiga, ao perder você!
 
Acordei relembrando o que me dissera
E fiquei triste por nada lhe dizer,
Depois de ouvir todas suas mágoas,
Ontem à noite, ao confortar você!
 
Chorei porque perdi minha chance
De lhe confessar todo o meu amor,
Deixando cair a última pétala
Daquela que seria minha única flor.
                       
                        *

É a rosa que o meu jardim floriu,
Mesmo sem brilho e sem nem uma cor,
Eu cuido dela como da minha vida,
Sem que ela saiba, sem nenhum rancor.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui