Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Arquitetura-01-263
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Genealogia de...
Ana Maria Silva Lopez
R$ 47,30
(A Vista)






   > O Sexo e a Noite: Os sedentários sexuais



Ramon Bernardo Da silva
      ARTIGOS

O Sexo e a Noite: Os sedentários sexuais

 No mundo de hoje, tudo se torna cômodo e a rotina acaba por se tornar uma obrigação de cada ser vivente nos dias atuais. Cuidar da casa, das roupas, levarem o cachorro para passar e as crianças a escola é uma tarefa feita todos os dias por muita gente nesse mundo, e na vida sexual não é diferente.  Quando o sexo vira uma tarefa do dia-dia, e quando o sexo não passa de mais uma coisa normal a se fazer ao menos uma vez por semana, sendo visto assim apenas como obrigação conjugal ou de um relacionamento até de pouco tempo.
     Minha amiga  está em um relacionamento a apenas dois anos , começou aos 14 anos de idade  e aos 15 ela teve sua primeira filha. Como perdeu sua virgindade de um modo diferente, pois não ouve dor ou culpa, sua vida sexual era de certa forma exemplar até a gravidez. Com a gravidez veio também à falta de desejo e pra ela o sexo hoje é apensa uma obrigação semanal na folga de trabalho do seu companheiro. Ao conversar com ela perguntei o porquê e ela não soube responder, disse apenas que já não sentia desejo como antes, que aquela garota que adorava fazer sexo ficou para trás e tudo agora gira em torno de sua filha. Tentei entende-la, mais não ouve acordo com minha mente, pois sei que bem se podem ter filhos e não alterar a vida sexual. Bom, mais cada caso tem suas particularidades, pois veja bem, ela gosta de ouvir experiências sexuais e ler contos eróticos, até se agrada de ouvir conselhos de como ser boa no sexo, mais quando o fato é praticar, parece que se vai toda sua empolgação.
      Assim como ela, existem milhares de pessoas sem sentir menor empolgação quando o assunto é praticar sexo. Viver o sexo de maneira obrigatória não é nem de longe saudável e prazeroso, é preciso procurar um esclarecimento e sair da rotina, pois o sexo tem que ser vivido de forma que proporcione prazer a aqueles que o praticam e também despertar interesse não só conceitual.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui