Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
A cerca do João...
Airo Zamoner
R$ 10,80
(A Vista)



Alerta das Estrelas
Francisco Ederaldo...
R$ 77,70
(A Vista)






   > a árvore egoísta



Eudes Miguel da Silva
      INFANTIL

a árvore egoísta

A árvore egoísta

Era uma vez uma árvore muito orgulhosa que só sabia dizer não como resposta. Certo dia apareceu na árvore um simpático esquilo que disse: _Oh! Que bom, até que enfim encontrei um lugar para fazer minha casa e assim me abrigar. A árvore que estava dormindo despertou com aquela conversa e foi logo gritando:_ estás enganado esquilo bobo! _Não sou teu abrigo. _A final não sou abrigo de ninguém. Dessa forma o esquilo se retirou muito triste e foi procurar outro lugar para fazer seu abrigo.

Assim que o esquilo saiu chegaram um urso e uns cupins e se puseram muito felizes ao ver a árvore. Subiram nela e como sempre a árvore estava dormindo ao despertar com os cupins e o urso sobre seus galhos e tronco, berrou furiosamente a fim de espantá-los, a terra chegou a estremecer, tremeu que parecia um terremoto. O urso se foi, mas os cupins não.

Então a árvore se pôs a chorar porque os cupins quase a comeram inteirinha. Ela começou a gritar pedindo socorro uns ratos saíram em busca de ajuda. Em seguida retornara com a coruja que saiu voando para espantar aos cupins. A coruja os espantou e eles deixaram a árvore e se foram com medo. A árvore sentiu um grande alívio. Agradeceu eternamente à coruja e permitiu servir de lar para todos os animais da floresta inclusive do esquilo e do urso que ela havia enxotado.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui