Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Cidades-02-189
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Natureza-01-156
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > Linha curva



Eliz Gonçalves
      POESIAS

Linha curva

Entre as duas janelas
a luz vindo de fora,
refletia a imagem dupla da tua janela

Tuas mãos postas à mesa,
escrevia um poema

Corras, que não há mais fumo em teu cinzeiro
e a fumaça tarda de esperar-te
Adiante teus passos,
que o choro da criança ao lado, não mais te surpreenderás
Leve consigo a lembrança,
que entre as duas janelas há de espiar-te o sossego e as eras dos astros.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui