Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
Biologia Ambiental
Maristela Zamoner
R$ 97,80
(A Vista)



Paisagens-02-049
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > a amiga das fadas



anonimo da silva
      INFANTIL

a amiga das fadas

Tenho uma amiga muito legal que é a pessoa mais incrivel que conheço. Não é muito diferente das outras amigas minhas. Adora brincar, desenhar, se pintar, escolher a roupa pro passeio, ficar do lado da janela no carro,etc

As vezes ela é meio pirracenta. Cisma com qualquer coisinha e aí, so Deus sabe quando esta birra vai passar.

Acha lindo roupas coloridas e sandalhas cobrindo o pé. Detesta tenis. Tiram a beleza dos seus pés, adora jeans; Diz ela.

Quase todos os dias ela vem me visitar e contar as suas aventuras. Nunca vi alguem com tanta disposição coisa na vida quanto ela para viver aventuras; as vezes são várias por dia e uma mais empolgante que a outra.

 

As viagens que ela faz ao mundo encantado das fadas e dos doendes são incriveis e me da uma vontade enorme de ir com ela qualquer dia destes, mas ela fala que nem todo mundo pode entrar no mundo das fadas parq que elas se mantenham ocultas e não sejam capturadas.

Da última vez em que esteve lá, conheceu o local onde mora a fada-rainha; de quem logo tornou-se amiga; é um local cheio de verde com uma árvore bem grande no meio de uma floresta encantada e com uma passagem segreta para dentro da arvore, onde além da fada rainha, moram também as suas ajudantes e algumas amigas.

Para chegar lá ela teve que subir no limoeiro do quintal da casa da vó dela até o galho mais alto. De lá, um doende amigo e único capaz de conhecer o caminho para a terra das fadas vem busca-la.

 

Com um pulo bem grande eles foram até o ínicio da floresta, passaram pelo penhasco das cachoeiras que é um local onde todas as águas se encontram antes de tomarem seu rumo para encher os rios e lagos de todo o planeta.

Lá é capaz de se ver todos os tipos de peixes e animais que habitam as aguas;desde o menorzinho até o maior de todos. É possivel até brincar com eles já que lá toda especíme tem sua fada protetora e são dodos muito dóceis.

Uma vez ela foi levada por uma enorme baleia até o ponto mais alto do penhasco das cachoeiras.De lá pode ver todo o reino das fadas e vários dos seus encantos.

Em seguida eles atravessaram a cortina de borboletas que emcobre a passagem para a casa da fada -rainha.

São milhares, milhões de borboletas coloridas; grandes, pequenas, médias e que não param de voar um só momento para todos os lados, como forma de não despertar a curiosidade de alguem mal intensionado.

A borboleta mestra até ensinou ela como fazer uma roupa bem colorida. Mas isso ela não pode revelar porque é um segredo só contado a quem consegue permissão para entrar no reino e se for dito a mais alguem; além de você perder esse direito, a magica das cores não dará certo e ao inves de ficar muito bonito, acontece exatamente o contrário, As cores não combinam e fica a coisa mais horrivel que se possa ver

 

 

O portal dos pássaros, outra etapa até se chegar ao destino, era tão bonito quanto qualquer outro já visto até agora. Eles faziam um coral que, independente do tipo de canto de cada um, formam uma hamonia única e perfeita. Era a forma deles se prepararem para voarem para seus respectivos lugares.

Totos estavam presentes: o beija-flor, aguia, condor, pardais, canários, pelicanos, enfim, todo tipo de ave que existe.

Ela adorou a carona dada por dona águia num voo que por ela não acabaria nunca mais. E jura que não teve medo nenhum, por mais alto que dona águia voasse mais ela gostava.Bem do alto viu que depois da divisa do reina das fadas muitos lugares eram feios, sem vida,sem cor.

 

 

Voltando ao chão depois do voo com dona águia continuou o caminho para a casa da dona fada-rainha, desta vez pela floresta.

Pode ver a quantidade de arvores e flores e animais que existem e ficou triste em saber que muitas daquelas belas criaturas estavam perto de não mais existir em outros lugares que não fosse na floresta das fadas. O doende explicou que o mesmo acontecia com as outras criaturas que eles tinham visto: os passáros, as águas, os insetos, as borboletas e que tudo isso era culpa do homem que não cuidava direito da natureza.

Apesar da tristeza, ela continuou, chegando na arvore-castelo da rainha-fada; foi recebida com muita alegria por ela e suas ajudantes e as poucas amigas que tinham permissão para visitarem o reino.

 

 

Depois de brincarem, dançarem e falarem sobre um monte de coisas; ela perguntou pra fada – rainha se não era possível reverter ou parar a destruição que estava acontecendo com a natureza que havia a deixado tão triste.

A rainha lhe disse que tudo dependo das pessoas. Se elas pararem de cortar as arvores, destruirem e poluirem os rios, capturarem os passsaros,evitar o lixo etc, com algum tempo tudo volta a ser como antes ou no mínimo muito melhor do que o que esta hoje.

Mas para que isso aconteça é precisso que as pessoas se tornem mais concientes e saibam da importancia que é para todos um mundo menos poluido e com mais natureza ao alcançe de todos. E qualquer vidinha por menor que seja tem a mesma importancia que qualquer outra dentro da natureza.

 

e que as pessoas tinham que se unirem para que isso fosse possivel.

Então ela voltou de um salto da terra das fadas e veio direto aqui pra casa com a proposta de a gente reunir todas as amigas e as amigas das amigas para falar e pedir para cada uma fazer sua parte na preservação da natureza.

Achei a ideia incrivel e já até reuni meus amigos de escola para contar a eles sobre como minha amiga foi no reino das fadas, das coisas que ela viu e de como somos importantes para um mundo melhor, mais feliz e com mais vida.

Acho que amanhã minha amiga não vem; deve ir buscar novas aventuras e formas de salvar nosso planeta.

Mas isso é outra história.

 



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui