Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Objetos-02-126
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Ruínas-02-116
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > A REALIDADE DO TRABALHO BRASILEIRO E A AUSÊNCIA DO PLANO DEMOCRÁTICO



Bianca Falci
      ARTIGOS

A REALIDADE DO TRABALHO BRASILEIRO E A AUSÊNCIA DO PLANO DEMOCRÁTICO

           Ano de 2011. Uma nova era de avanços tecnológicos, modificações sociais, políticas, econômicas, culturais e ideológicas, onde o trabalho é sinônimo de grande preocupação para nós brasileiros. A falta de oportunidade, a carência de vagas oferecidas, a concorrência devastadora no mercado de trabalho e alguns aspectos pessoais têm atrapalhado bastante o crescimento de profissionais qualificados no Brasil.
            Há tempos, aqui no Brasil, o trabalho era escravo, ou seja, pessoas trabalhavam excedentemente “de graça”, isso mesmo, sem nenhuma remuneração por aquilo que faziam. A falta de dignidade era grande. Mais tarde, com a Lei Áurea, os trabalhadores escravos foram libertos, mas não mudou muita coisa, pois a falta de trabalho ainda estava presente, e os ex-escravos não tinham o que fazer e onde trabalhar. Com o passar do tempo, a geração de empregos foi ampliando, e o país começou a desenvolver-se melhor; era, portanto uma sociedade democrática, comprometida em garantir os direitos e cobrar os deveres dos cidadãos. Mas é de nosso entendimento que a realidade, ou o que deveria ser a realidade, é completamente diferente. Até hoje assistimos inúmeros episódios de famílias desestruturadas economicamente e a falta de chances para trabalhadores que merecem créditos por aquilo que exercem. Então nos lembramos daquela “democracia” que deveria estar funcionando. Machado de Assis foi sábio ao dizer que nosso país é “caricato e burlesco”, pois essas palavras pareciam prever o que seria o futuro brasileiro.
            Portanto, precisamos reagir a essa situação catastrófica que estamos enfrentando. Não adianta ler os jornais e assistir aos noticiários de braços cruzados, porque enquanto isso, milhares de famílias morrem sem sustento, milhares de pessoas são humilhadas e oprimidas.
Não queremos isso para o futuro Brasil; este deve ser da valorização da dignidade do trabalhador e do reconhecimento dos Direitos humanos.
 
 
           
 



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui