Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
Enredos do Meu Tempo
Roberto Villani
R$ 30,50
(A Vista)



Passagens-01-007
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > Aborto



Alvaro Luiz Carvalho da Cunha
      POESIAS

Aborto

Estou chegando...
só estou no pensamento.
Não falo, não gesticulo, não ouço e não vejo.


Estou chegando para existir e ficar.
Só peço uma coisa:
me deixem viver ,
não me tirem do meu caminho.


Sinto algo estranho... sinto algo me tocar...
vem vindo uma pressão muito forte,
que pena !
É um aborto.
Me despedacei...


Não há mais chance !
O que eu pedi foi inútil.
O que eu tenho a dizer é :
Obrigado pela atenção de vocês, papai e mamãe,
agora o que peço é :
Não façam isso com os meus irmãozinhos, eles também querem um dia nascer...


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui