Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Geométricas-03-217
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



A Secretaria do Oeste
Evaldo Cassol
R$ 43,20
(A Vista)






   > PAPA NOEL EXISTE?



João Evangelista de Assunção
      CONTOS

PAPA NOEL EXISTE?

PAPA NOEL EXISTE?
Sou católico por formação, fui ensinado que existe um ser superior que o chamamos Deus. Durante qualquer aprendizado o aluno faz os seus questionamentos e muitas vezes solitários para não criar conflito com as pessoas que estão lhe ensinando, até porque no assunto religião geralmente o professor é uma autoridade: é a mãe, uma tia, um tio, o avô, o padrinho, a madrinha, o Padre da paróquia. Mais um motivo para as pesquisas de confirmação serem realizadas meio em surdina, durante o nosso crescimento, nosso amadurecimento como pessoa. Fiz as minhas. Durante as pesquisas descobri que a Fé, a religião fortalece o ser humano. Descobri que o universo é muito grande e que os componentes deste lugar sem fim, são muito complexos para não ter um criador. Quando li a frase: “deve ter um relojoeiro para esta engrenagem chamada universo”. Fiquei muito feliz, porque coincidiu com o meu pensamento. Também não entendia porque existem pessoas sem religião e que não acreditam em Deus. Até o dia em que encontrei um maranhense lá de Caxias que leu muito, viveu mais do que eu e conhece quase todo o planeta terra, havíamos trabalhado em uma empresa, participamos de alguns eventos, algumas vezes conversamos sobre trabalho, mas em geral rapidamente até sairmos daquela organização, cada qual pegou o seu novo caminho. Um belo dia, nos encontramos casualmente, fiquei feliz ao vê-lo novamente e para minha surpresa ele também. Após os comprimentos me levou para uma grande sala e começamos a conversar sobre trabalho, politica, família e religião. Quando ele me falou que não acreditava em Deus, mas de forma bem educada, cuidadosa e respeitosa evitando choque da minha parte, ainda deu uma explicação baseada nas descobertas científicas, mas o tempo todo mostrou muito respeito e admiração pelos religiosos. Bem diferente dos ateus que eu havia encontrado até aquele momento que minimizam Deus, a fé das pessoas e as religiões. Naquele dia estávamos próximo ao natal, naturalmente a pergunta veio: o Senhor comemora o Natal? Ele respondeu explicando que poderia dizer que ateu não comemora o nascimento de Cristo, mas o de Isaac Newton que pelo calendário Juliano, Isaac nasceu no dia 25 de dezembro de 1642 ou simplesmente dizer que não tem sentido ateu comemorar o nascimento do filho de Deus, pois ele não acredita na existência do Pai. Mas dezembro é o mês mais bonito do ano, as pessoas andam bonitas e felizes na rua e tudo por causa do Natal. Não comemorar o NATAL não teria sentido independente da crença. Agora por favor, não me pergunte se eu acredito em Papai Noel.
Desejo um FELIZ NATAL para todos, independente da crença e que PAPAI NOEL apareça.
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui