Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (131)  

 
 
Cidades-03-220
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



A dor de Deus Pai
Miguel da Silva
R$ 33,30
(A Vista)
INDISPONÍVEL




   > SEM TINO



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

SEM TINO

SEM TINO
 
Venta! Vento ventano, ventrudo;
Chove! Chuva chava, chata;
Vê se balança e derruba!
Vê se amolece e espalha!
 
Mexa-se! Maré mansa, manca;
Anda! Onda ondina, ondulada;
Venham de pressa apagar o poema
Que para ela escrevi na praia!
 
Assola! Sol solerte, sombrio;
Luzia! Lua lucina, lesada
Para que eu possa ver o mundo
E seguir a minha estrada.
 
Vento venteno!
Chuva chava!
Maré manca!  
Onda ondulada!
Sol solerte!
Lua lesada!...
Estou perdido, por favor!
Levem-me para casa.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui