Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Estátuas-03-163
Airo Zamoner
R$ 0,00
(A Vista)



Contradições
Marcos de Sena Pereira
R$ 30,50
(A Vista)






   > DROGAS SEM LIMITES



RICARDO FIRMO DOS SANTOS
      CRôNICAS

DROGAS SEM LIMITES

Muitos jovens destroem a sua vida nas drogas. Em muitos casos roubam ate sua própria família para conseguir suas drogas.Existe-nos muitos que com força de vontade consiga vencer esse mal
Muitas pessoas envolvidos nesse mundo, é criado nesse circulo de drogas, muitos tem boas condição de vida e com as influencia de amigos e as vezes por curiosidade de saber qual efeito calçado pelo uso desse material ilegal e põem rico toda a sociedade.Um jovem com boa condição começou a fazer parte de um grupo de amigos no qual, faz osso dessas drogas e ninguém imaginava que ele iria fazer isto.Mas um dos amigos o chamou – hei amigo vamos ali comigo. Então ele respondeu – vamos, em seguida um outro amigo pergunta – cadê o “bagulho” (
droga).Então o amigo pega a droga e começa a fazer osso e diz – “vamos viajar” (alucinado) foram passando o cigarro entre se e o jovem passou a visitar o grupo todos os dias no mesmo lugar ate que sua mãe começou a perceber a transformação do seu filho. Nisto a mãe pergunta – meu filho onde você estava ele responde – não é da sua conta. A sua mãe começa a notar um comportamento agressivo por parte dele e ao passar dos dias ele foi ficando pior, começou a furtar dentro de casa para adquirir drogas e começou a passar dias na rua se drogando. Fazendo de tudo para consegui saciar seu prazer ate se endividar com os seus próprios compassar que fornecia a droga e em certo dia... Os seus pais passaram a procurá-lo par toda cidade, a sua mãe perguntou a um dos seus comparsas – cadê meu filho, você o viu. Então ele o responde – não sei, mais quando eu o encontrar vou “cobrar-lo” (fazer cobrança) e sua mãe entrou em desespero e convida seus melhores amigos para o procura-lo em ruas, becos, vilas e em também em hospitais e não o encontraram dias depois... Foi encontrado todo sujo dormindo na rua. A sua mãe lhe desse – meu filho sai dessa que nos te ajudamos
E ele aceita a ajuda – eu vou me tratar prometo! nunca mais voltar para essa vida.Então ele vai para casa de recuperação e fica durante um bom tempo ate se recuperar e sai sem receio de voltar.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui