Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (131)  

 
 
Poética do Caos
Nilza Amaral
R$ 39,70
(A Vista)



KALLS - O ENCONTRO
Diego Lincoln Campos
R$ 45,60
(A Vista)






   > CASA SEM ALMA



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

CASA SEM ALMA

CASA SEM ALMA
 
Havia tantas casas lindas naquela cidade!
Mas, somente uma me interessava.   
Então, à sua porta bati.
 
Tinha sono, estava cansado:
Cama vazia, leito desocupado...
Pedi-lhe para repousar.
Disse-me que não.
 
Estava com bastante fome,
E ela tinha panela cheia, despensa farta...
Mas, se negou a me dar comida,
Deixando-me mais faminto, ainda.
 
Pedi-lhe água, tinha sede,
Ela fingiu não me ouvir.
De cântaro cheio e eu vazio,
Por isso insisti.
 
Foi quando ela me olhou
E pediu para que eu me retirasse.
 
“Casa bonita grande e farta,
Mas vazia, sem alma!”
Pensei, ao sair,
Enquanto sua porta se fechava.  
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui