Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
Sexo e Dança de Salão
Maristela Zamoner
R$ 41,90
(A Vista)



Dança de Salão:...
Maristela Zamoner
R$ 29,80
(A Vista)






   > TEOLOGIA DA CONFORMAÇÃO



VALCI MELO
      CRôNICAS

TEOLOGIA DA CONFORMAÇÃO

- Curucucu! Curucucu!
- Hummmmm! Vou logo senão quando chegar lá não tem mais nada...
- Vai pra onde menino?
- Catar umbu, mamãe!
- Mas ainda é madrugada, meu filho!
- É sim senhora! Mas se eu não for agora, quando chegar lá os meninos do vizinho têm catado os melhores...

E lá vai o moleque apanhar umbu às quatro horas da manhã. Quase não dorme, ou melhor, como ele mesmo diz: “dorme com um olho no peixe e outro no gato”.

Mais tarde, o irmão pega o milho que sua adorável mãe colocou de molho na tarde anterior e se põe a moer.

A sofrida senhora, então, de posse da massa, prepara aquele delicioso cuscuz, o qual será devorado com o sumo dos fartos e ambicionados umbus.

- Nossa Senhora! Comi que nem rico! – diz o catador de umbu.
- Que nem rico mesmo, pois eles não dão valor a toda “merda” não, meu irmão – responde inconformado o outro.
- Deixa de ser mal agradecido, menino. Faz mal... A gente tem que dar graças a Deus pelo que tem! Tanta gente gostaria de comer pelo menos isso...
- Mas porque é besta e fica conformada com o jeito que vive. Por isso que não tem nada! Quero ver o “saco do rico” encher! – revidou o “mal agradecido”.
- Mas tu não tem jeito mesmo, né Manoel dos Santos? Quem trabalha Deus ajuda, meu filho! O pouco com Deus é muito e o muito sem Deus não é nada! – “argumenta” a mãe.
- No meu ver, Deus está presente onde se faz o bem, não importa a quantidade! – rebateu o “inconformado”.
- Vamos parando de vez com essa heresia! Onde já se viu? Agora! Tô bem criando comunista dentro de casa...
Cabisbaixo e pensativo, o obediente filho sai pro oitão. O catador de umbu vai balear e a angustiada mãe, resmungando, recolhe a mesa:
- Diabo mesmo! Onde já se viu isso?! Menino mal criado! Tomara ver!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui