Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
De escravos a livres
Itamar paulino de...
R$ 27,20
(A Vista)



Veículos-03-202
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > Afeitos em ter



Arlete Meggiolaro
      POESIAS

Afeitos em ter




Os dias passam todos enfileirados,
acavaleirados sobre as celas
da descabida distância.
Nesta ânsia irrefreada,
na espera pela chegada,
soltam-se os arreios do tempo corcel.

O tropel da saudade desembesta
e assesta para meu sequioso peito
afeito em ter você.

Quando trôpega, sôfrega,
desgovernada,
acontece sua chegada
com terna passada,
expondo carícias e malícias,
as pegadas do tempo,
do desalento,
do tormento
são lançadas ao vento.
Não há mais espera
e dos nossos corpos,
afeitos em ter,
explodem a entrega.
Enxertamo-nos.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui