Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
Ruínas-01-110
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Bagunçando Brasília.
Airo Zamoner
R$ 30,50
(A Vista)






   > Em time que está ganhando não se mexe? Por quê?



Amarilia Teixeira Couto
      ARTIGOS

Em time que está ganhando não se mexe? Por quê?

Em time que está ganhando não se mexe? Por quê?


Tenho escrito sobre a campanha para a prefeitura de BH.E, como não acredito em imparcialidade política, a minha defesa sempre foi em relação ao nome de Patrus Ananias.Venho arrolando nos meus textos as razões que me fazem defender sua candidatura em detrimento de Márcio Lacerda.Como em época de campanha eleitoral cada um defende o que acredita e acho isso totalmente válido,além de ser democrático, quero fazer outras considerações que acho pertinentes no momento.

Quem mora em Belo Horizonte e conhece bem os problemas da cidade sabe que quem tem Aécio Neves como padrinho pode até angariar votos, pois ele os tem em grande quantidade, enquanto utilizar o nome do avô que entrou para a história por vários motivos que não cabem no momento destacar.Fato é que Aecinho nunca teve tempo de conhecer a fundo os problemas de Minas, muito menos de BH.Se alguém quiser se esconder dele, basta fixar residência em nossa cidade.Mas que ele sabe ser simpático e que se expressa muito bem, ninguém contesta.Pena que entre o seu discurso e sua prática existe um vazio absurdo.

Quando Aécio Neves aparece com sua imensa simpatia na TV, defendendo o seu candidato (sua cria legítima) ele diz: Em time que está ganhando não se mexe.Uma alusão clara a nossa querida BH, como a afirmar que por aqui está tudo bem.Que o atual prefeito cuida da cidade com competência e amor.Tudo aqui caminha a passos largos pra fazer de BH a melhor cidade do Brasil.Isso é o que ele diz. Como belo-horizontina me atrevo a discordar. E quem fizer uma análise mais acurada do que acontece por aqui, vai concordar comigo.
Todo o avanço que vínhamos conquistando ao longo dos anos foi interrompido drasticamente na administração de Márcio Lacerda. Hoje a gente tem medo de sair às ruas a qualquer hora.À noite então, chega a ser apavorantese deslocar para alguns bairros ou até mesmo para a área central. Carros são roubados diariamente na claridade do dia.Em vários pontos da cidade, incluindo praças e viadutos, pessoas de todas as idades, principalmente crianças e adolescentes, usam drogas e amedrontam os pedestres.Essa população de rua, que na época em que Patrus foi prefeito quase desapareceu de BH, pelo trabalho de ressocialização que vinha sendo feito, voltou com força total nos últimos anos.Sem contar o trânsito caótico da cidade.Aqui virou centro experimental de todos os projetos mirabolantes.É uma quebradeira sem fim e os belo-horizontinos andam com os nervos à flor da pele.Vira e mexe tem um viaduto novo e novas passarelas são colocadas antes mesmo que as que haviam sido construídas fossem devidamente usadas.
E o que dizer do anel rodoviário? Todos os dias acontece uma tragédia envolvendo vários motoristas e transeuntes, aumentando uma triste estatística de mortos e feridos.Por que nada foi feito nesses quatro anos já que Aécio juntamente com o seu pupilo Anastásia dizem o tempo todo que Minas é autossuficiente e que tem dinheiro para grandes obras?

Eu poderia arrolar aqui outros tantos grandes e sérios problemas de nossa cidade que nunca foram resolvidos ou sequer tratados com o devido respeito.No cerne da questão está o fato de que Márcio Lacerda é um excelente empresário.A sua competência é tanta que é o segundo candidado mais rico do país segundo pesquisas.Então a sua vocação empresarial deve ser fantástica. Só que política é outra coisa.E fazer política voltada para o social é mais sério ainda.Um bom candidato deve ter sensibilidade comprovada nos projetos engendrados e aprovados pela população.Deve gostar do que faz, gostar de gente, se sentir estimulado em fazer o melhor para todos. Principamente precisa ter um compromisso consigo mesmo, com os seus princípios.Sinceramente,alguém apreende algum desejo maior, alguma motivação verdadeira no discurso de Márcio Lacerda?

Para terminar,quero mais uma vez discordar do nosso simpático Aécio Neves.Em time que está ganhando , a gente mexe. É preciso mudar o comandante do time.É preciso ter uma visão mais arguta para perceber que um determinado jogador não gosta de fazer assistência, que vai com muita sede na bola e que, por ser vaidoso demais, vai deixar de fazer muitos e belos gols.Em time que as pessoas DESAVISADAS pensam que está ganhando, mas não está, aí que se deve mexer mesmo.Vale a pena colocar alguém que vai comandar com firmeza e lealdade, fazendo com que todos sejam parceiros de verdade em prol de algo que seja bom para todos.
E assim a gente ainda pode virar esse jogo.A gente quer ter um segundo turno.Até porque a gente só aprende a votar, votando.Então,meu caro eleitor de BH, se você está a indeciso, acompanhe os últimos programas, converse com quem se lembra da gestão de Patrus Ananias e faça a sua opção.Acho que a nossa cidade merece um segundo turno nem que seja para dizer ao Aécio, que de BH sabe muito pouco, que o nosso time vem perdendo feio nos últimos anos e precisa voltar a ganhar de fato.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui