Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
Veículos-02-201
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



A Turma do Morro do...
Marcos Wagner Santana...
R$ 33,70
(A Vista)






   > Coragem para voar



JOBERSON LINO LOPES
      CRôNICAS

Coragem para voar

    Eu tive o privilegio de ver esses dias um pássaro com sua cria em plena aula de voo, eu acredito que era isso, porque como eles voavam parecia ser uma aula, pois o pássaro maior ia voando por baixo do pássaro menor e sempre dando como uns toques no pássaro pequeno quando ele ia perdendo altitude, fazendo com que ele voasse e não caísse.
 
    Eu fiquei observando esses pássaros nessas “aulas” e fiquei imaginando que quando eu estou dando algum passo de fé em direção a algo grande para mim, algo impossível, é como se eu fosse aquele pequeno pássaro e Deus sendo o grande pássaro me dando uns “toques” de baixo para cima para me encorajar a continuar, como sendo minha calçada no vazio da caminhada da fé.
 
    A fé é sempre um tema que mexe comigo em pregações, eu gosto de ouvir e de falar sobre fé, pois eu acho que quanto mais eu penso sobre, imagino ou ouço sobre a fé eu aprendo a como andar em fé, a como viver em fé ou pela fé.
 
    Imaginar que exista um grande pássaro por baixo de mim me impulsionado para cima quando eu estou caindo na minha incredulidade, me faz andar mais e mais e alçar longos voos. (Voos pra mim é um grande problema, e estou falando literalmente rs).
 
    A natureza tem muito a nos ensinar com seus animais e estilo de vida, pois talvez olhando pra eles, os pequenos pássaros, posso aprender a andar em fé, a acreditar na vida que Deus me propõe, porque é um pouco difícil procurar exemplos de fé nos dias de hoje entre nós os humanos.
 
    Iniciar os primeiros voos não é nada fácil, pois abaixo está um abismo quase que sem fim e isso nos motiva a não voar, isso nos motiva a ficar no ninho, esperando a comida na boca (bico).
 
    Mas o prazer de voar sozinho é algo inigualável, é imensamente maravilhoso quando temos as nossas próprias experiências com Deus, é muito melhor que ler o melhor best seller da vida de qualquer herói da fé ou qualquer outro.
 
    O prazer de olhar para traz e ver que se conseguiu fazer o impossível com a ajuda de Deus, mas com o próprio pé, é fantástico, nos faz imaginar feitos ainda maiores, viagens mais distantes.
 
    Eu nunca imaginava viajar para outro país, pois minhas condições financeiras não me ajudavam e nem o meu medo de avião me encorajava muito, mas Deus me levou a África e também aos EUA sem grana, sem credibilidade, sem pais ricos, sem patrocínios, apenas pela fé em Deus, apenas acreditando que o grande pássaro estaria ali abaixo de mim, me segurando e me impulsionando para cima.
 
    A fé tem dimensões diferentes para cada pessoa, pois para muitas pessoas, fazer uma viagem internacional é como ir a outro estado ou algo do tipo, mas eu sei que para cada individuo, Deus proporciona desafios diferentes, mas o resultado é o mesmo.
 
    Às vezes o seu voo não seja viajar sem grana, às vezes o seu desafio seja ter um filho, seja criar seus filhos, ou mesmo um casamento, ou se manter casado, ou comprar uma casa, ou mudar de empresa ou apenas acreditar que Deus exista; Seja qual for o seu desafio, eu acredito que enfrenta-lo é melhor que ficar esperando a “comida” dentro do ninho, pois o prazer da realização será maior que o medo da mudança.
 
    A fé vem pelo ouvir, mas a credulidade eu penso que venha pela obediência de sair da zona de conforto e agir, deixarmos de ser incrédulos, depende unicamente de nós mesmo, pois é um desafio pessoal.
 
    Eu estou diante novamente de mais um enorme desafio em minha vida e posso te garantir que não é mais fácil agora porque antes eu já tenha passado por desafios semelhantes, mas eu acredito que fiquei mais “louco” que das primeiras vezes e também acredito que estou mais obediente ao que entendo como a Voz de Deus para minha vida.
 
    Eu penso que nunca teremos a total certeza material dentro do campo da fé, porque contrario fosse não seria fé, não seria desafiante.
 
    Vamos sair do ninho, se lançar no vazio, mesmo sabendo que nossas asas ainda são pequenas e fracas, mas acreditando que tem o grande pássaro abaixo, torcendo por nós, acreditando que dentro de nós tem o dom de voar, posto por Ele.
 
Joberson Lopes, 21 de outubro de 2012, Valparaiso GO.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui