Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (645)  
  Poesias (2512)  
  Resenhas (130)  

 
 
A Turma do Morro do...
Marcos Wagner Santana...
R$ 33,70
(A Vista)



Ressurgindo do Nada
Rosângela Inês Renz...
R$ 21,55
(A Vista)






   > Pressa Imperfeita



Carla Fernandes
      ARTIGOS

Pressa Imperfeita

Incentivadas pelo imediatismo vigente, as inovações materiais surgem com intuito de facilitar atividades cotidianas mundiais. Desde a Pré-História, no período Neolítico, com o aprimoramento de técnicas, como a roda ou a agricultura, a busca era a rapidez nas atividades.
           O capitalismo, com objetivo óbvio pecuniário, foi o principal enaltecedor desse estilo de vida rápido e imediatista, afinal é assim que se adquire mais capital. Infelizmente, o estresse, o desgaste familiar e o fim de verdadeiras relações sócias são alguns dos malefícios que tal ideologia provoca.
           Atitudes julgadas acrônicas no mundo atual, como ter paciência, calma e tranquilidade diariamente, carregam consigo saúde e paz interior, geram boas ações e relacionamentos saudáveis. Seus adeptos aproveitam a vida e seus específicos instantes como únicos e só aumentam, paulatinamente, sua qualidade de vida.


                                        Meu ideal acrônico

 
           Meu ideal seria ter nascido em outra época. Insatisfação? Talvez. Possivelmente a tranquilidade maquilada atual me desanime. Afinal, o que contarei aos meus netos, bisnetos, tataranetos? Que vivi durante o mensalão? Na época do bolsa família, bolsa gravidez, bolsa escola? No tempo em que as cotas eram parciais e ainda tínhamos chances de estudar na Universidade Federal? Achou emocionante? Então imagine quando eles perguntassem-me: "Vovó, o que você fez que para melhorar tudo isso?". "Nada".
            Instigante? Não. Triste? Sim. Tristeza que deveria fixar-se no Brasil e apoderar-se dos brasileiros, para que talvez, algum dia e com possíveis futuras gerações, a vontade de mudar para melhor emergisse e quando quaisquer pessoas indagassem, "O que você fez?", a resposta fosse: "Por onde você que que eu comece?".
             


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui