Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
O vendedor de cocadas
Airo Zamoner
R$ 17,40
(A Vista)



Ruínas-01-110
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > REPTILIANOS E NEPHILIM



Juarez Fragata
      ARTIGOS

REPTILIANOS E NEPHILIM

  
Sinopse
 
Gênesis 3/ 1: Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
Na esfera religiosa cristã inicialmente a “serpente” era vista como uma coisa simbólica. No entanto, com o advento da internet, se abrira novas possibilidades de pesquisas, e lentamente esta simbologia fora cedendo lugar a outras teorias.
Uns vê-a como a primeira mãe de santo, isto é, Satanás a possuíra, e por meia dela falara com Eva, uma vez que réptil não tem o dom da fala. No entanto, o apócrifo livro dos “Jubileus”, que na verdade é um resumo de Gênesis, afirma que que naqueles dias todos os animais falavam. Porém, no dia em que Adão fora obrigado a deixar o Paraíso, o mesmo fizera uma oferenda de Líbano, benjoim e especiarias da manhã, e com esta espécie de feitiçaria fechara a boca de todos os animais selvagens e domésticos, das aves, de tudo que anda e rasteja, de forma que não mais puderam falar. De acordo com o relato deste apócrifo, até então, todos falavam entre si a mesma língua. É, parece que somente o papagaio e algumas espécies de caturritas não foram atingidos pelo sortilégio de Adão. Se o relato contido no livro dos Jubileus for verídico é claro!
Uma segunda corrente religiosa é adepta da teoria de que esta serpente era um animal ereto, provavelmente um macaco, o elo perdido entre o chipanzé e o homem, coisa que a ciência não consegue explicar. Este ser, segundo esta teoria, tinha a habilidade de arrazoar, mentir e seduzir. Eva fora seduzida por este macaco que teve relações sexuais com a mesma antes de Adão, engravidando-a, de Caim. Mas de acordo com os anais da história a “serpente” era na verdade um reptiliano puro.
Vamos juntos conhecer a linhagem de Caim, e de Sete, mais tarde cruzada com anjos. Uma boa leitura.
 
 
REPTILIANOS E NEPHILIM I
INTRODUÇÃO
 
Em 1951 fora descoberta uma livraria com vinte e duas escrituras, na região hoje conhecida como Iraque. Estas escrituras datam de mais de seis mil anos atrás, época em que esta região se chamava Mesopotâmia, Suméria e Babilônia.
 
Além de um relato semelhante ao livro de Gênesis, estas escrituras falam dos “Anunnaki”, aqueles que dos céus para terra vieram.
Este povo é descrito como uma raça reptiliana de deuses, que vieram para o planeta terra em naves de fogo de Nibiru, seu planeta de origem.
 
Imperadores japoneses sempre alegaram que eram descendentes de deuses dragões vindos dos céus.
Já a cultura chinesa fala de uma rainha serpente “Nakua” cruzada com o homem.
 
Os indianos alegam que as famílias reais são semeadas pelos deuses reptilianos, chamados por eles de “Nagas”.
 
Os reis africanos afirmam descenderem de deuses serpentes que vieram dos céus, os “Chitauris”.
 
Na América do Sul, os Maias declaram que seus ancestrais foram “As Pessoas da Serpente”, enquanto que os Astecas afirmam que foram criados por uma “mulher serpente”.
 
Nos EUA os índios Hopi os chamam de “irmãos serpentes”.
 
Mas o que chama mais a atenção é o ensinamento dos aborígenes australianos. Segundo os mesmos existe uma raça reptiliana que vive nos interiores da terra, e governa o homem. Ademais acreditam que descendem de uma raça de dragões humanos.
 
Sim! As culturas dos povos antigos nos dão respaldo para colocarmos a palavra “serpente” no sentido literal.
 
O PROJETO
 
Gênesis 3/ 1-6:Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
 
E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
 
Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
 
E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
 
A nação reptiliana apresentara um projeto de inseminação a Eva. A mesma gostara daquilo que vira. Mas para fazer parte deste empreendimento precisava do consentimento de Adão. Ela própria lhe apresenta o projeto. O mesmo também gostara da ideia e aprova a inseminação.
 
Gênesis 3/ 7:Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
 
Nestas seções foram desenvolvidos ou implantados os cinco sentidos no primeiro casal humano, e os mesmos passaram a observar somente o irreal.
 
Por meio da Mecânica Quântica está provado que tudo aquilo que o ser humano percebe com os cinco sentidos não é real. O corpo humano não é real uma vez que ocupa espaço.     O espaço e o tempo são ilusões da percepção humana.
 
A MALDIÇÃO
 
Gênesis 3/ 14: Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
 
Isto não quer dizer que o Senhor transformara a nação reptiliana nas tradicionais serpentes que conhecemos.
Quando Ele diz: “Sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida”, quer dizer que os reptilianos seriam remetidos para as regiões inferiores da terra.
 
Apocalipse 12/ 9: E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.
 
Viram como os reptilianos não foram transformados nas tradicionais serpentes? A nação reptiliana atacara os três céus espaciais, isto é, as três dimensões espaciais. Mas isto é assunto que vamos conferir logo adiante.
 
CAIM E ABEL
 
Gênesis 4/ 1-2: E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do Senhor um homem. E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
 
Eva deu à luz a gêmeos, mas de pais diferentes. Caim era fruto de uma inseminação artificial tendo como pai um reptiliano. Portanto, o mesmo era um hibrido.
Já Abel era um humano puro. Descendente legítimo de Adão e Eva.
Onde está o alicerce para esta minha afirmação?
 
Gênesis 4/ 25: E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
 
No caso de Sete, Adão tornara a conhecer a sua mulher. Coisa que não acontecera no caso de Caim e Abel.
“E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e deu à luz mais a seu irmão Abel!”
Ou seja, Caim e Abel eram gêmeos, filhos da mesma mãe, mas de pais diferentes.
 
Gênesis 4/ 2-7: Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.
E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta.
 
Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.
E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.
 
Deus não aceitara a oferta de Caim pelo fato do mesmo ser hibrido?  E que tipo de mal o mesmo estava praticando?
 
Se Caim fizesse o que era bom o Senhor aceitaria sua oferta, mesmo sendo ele um hibrido, visto que Deus não faz acepção de pessoas. Mas fazendo uma rápida pesquisa a respeito da cultura reptiliana, se chegará à conclusão de que Caim havia começado a fazer enxerto, isto é, enxertar uma espécie de frutos e sementes em outras espécies. Por isso a não aceitação de sua oferta, visto que já demonstravam mudanças genéticas.
 
Gênesis 4/ 8-9: E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou. E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?
 
É bom enfatizar de que um reptiliano puro ou hibrido não possui noção de bem ou mal, ou seja, para ele o fim sempre justifica os meios.
Caim assassinara seu meio irmão Abel, e ficara bravo quando o Senhor lhe perguntara a respeito dele.
 
“Não sei; sou eu guardador do meu irmão?”
 
Para o mesmo este era um fato corriqueiro, normal, se tirar a vida de alguém fosse uma coisa natural. No entanto, para os reptilianos, tanto os puros como os híbridos, de fato, isso é uma coisa trivial, visto que não têm senso de justiça. São como um computador programado para executar determinada tarefa, e no exercício desta tarefa é frio como o gelo.
 
A LINHAGEM DE CAIM
 
1 João 3/ 12: Não sejamos como Caim, que pertencia ao Maligno e matou o próprio irmão. E por que o matou? Porque o que Caim fazia era mau, e o que o seu irmão fazia era bom.
 
Caim nascera um humanoide reptiliano.
 
Gênesis 4/ 16-17: E saiu Caim de diante da face do SENHOR, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden. E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque.
 
O mesmo tomara como esposa a sua irmã Awan, humana pura, filha legítima de Adão e Eva, nascida depois do nascimento de Caim e Abel.
Portanto, o Enoque, filho de Caim era um humanoide talvez com traços mais voltados para a raça humana de que para os reptilianos. No entanto, isto não diminui sua condição de híbrido.
 
Gênesis 4/ 17-22: Caim e a sua mulher tiveram um filho e lhe deram o nome de Enoque. Mais tarde Caim construiu uma cidade e a chamou de Enoque, o nome do seu filho.
Enoque foi pai de Irade, que foi pai de Meujael, que foi pai de Metusael, que foi pai de Lameque.
Lameque teve duas mulheres: uma delas se chamava Ada, e a outra, Zilá.
 
Ada teve um filho chamado Jabal, que foi o antepassado dos que criam gado e vivem em barracas.
Jabal tinha um irmão chamado Jubal, que foi o antepassado de todos os músicos que tocam lira e flauta.
Zilá, por sua vez, teve um filho chamado Tubalcaim, que era ferreiro e fazia objetos de bronze e de ferro.
 
Os humanoides reptilianos começam a se desenvolver a passos largos. Surgem cidades, a criação de gado, para a comercialização de leite e carne nestas cidades, a cultura musical, e os especialistas em fazer objetos de bronze e de ferro, enquanto outra leva de reptiliano continuava seu desenvolvimento nas regiões inferiores da terra.
 
OS SETE ESTADOS REPTILIANOS
 
Apocalipse 12/ 3-4: E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra.
 
A nação reptiliana invadira um dos céus espaciais. Os sete estados reptilianos com os seus sete governadores estavam talvez numa grande nave chamada Nibiru.
 
“ E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra!”
 
“Estrela”na linguagem bíblica significa anjo. Ou seja, a sua cauda, isto é, a parte mais fraca do exército inimigo atacara, aprisionara a terça parte dos anjos de Deus, e os lançara para a terra.
 
Apocalipse 12/ 7-9: E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus.
 
E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.
 
Miguel e os seus anjos promoveram uma retaliação. A nação reptiliana não se intimidara, e revidara. Contudo, não conseguira fazer frente ao exército do Deus vivo.
 
Miguel e os seus anjos fizeram a nação reptiliana o mesmo que ela havia feito com a terça parte dos anjos de Deus, ou seja, lançaram-na para a terra.
 
Bem! Agora os principais habitantes do planeta Terra são: a terça parte dos anjos de Deus, toda a nação reptiliana, que certamente retornara para suas bases subterrâneas, e os reptilianos híbridos descendentes de Caim.
 
A LINHAGEM DE SETE CRUZADA COM ANJO
 
Gênesis 4/ 25-26: E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do SENHOR.

 
Aqui neste ponto surge uma linhagem humana pura. Uma raça ciente da necessidade de Deus. Estes seres humanos deveriam ser extremamente iluminados interiormente, assim como exteriormente.
 
A companhia dos mesmos deveria ser gratificante ao extremo. No entanto ocorre outro baque na obra do Senhor. E os responsáveis por este feito foram na realidade duzentos anjos, que estavam incluídos na terça parte dos anjos que haviam sido lançados a terra pelo exército satânico ou reptiliano.
 
Gênesis 6/ 1-2: Quando as pessoas começaram a se espalhar pela terra e tiveram filhas, os filhos de Deus viram que essas mulheres eram muito bonitas. Então escolheram as que eles quiseram e casaram com elas.
 
Uns estudiosos afirmam que os filhos de Deus mencionado em Gênesis 6, são os descendentes de Sete, enquanto outros discordam afirmando que estes filhos de Deus são na realidade anjos.
Vamos ver o que o apócrifo livro de Enoque fala a respeito desta questão.
 
Enoque 7/ 1-3: E aconteceu depois que os filhos dos homens se multiplicaram naqueles dias, nasceram-lhe filhas, elegantes e belas. E quando os anjos, os filhos dos céus, viram-nas, enamoraram-se delas, dizendo uns para os outros: Vinde, selecionemos para nós mesmos esposas da progênie dos homens, e geremos filhos.
 
Enoque, o sétimo depois de Adão, declara que estes filhos de Deus, deveras, eram anjos.
No texto aramaico ao invés de lê-se anjos, os filhos dos céus, lê-se Sentinelas.
Ou seja, o livro de Enoque corrobora com a corrente adepta de que os filhos de Deus eram anjos.
 
Vamos continuar com a descrição de Enoque.
 
Enoque 7/ 3-7: Então seu líder Samyaza disse-lhes: Eu temo que talvez possais indispor-vos na realização deste empreendimento; e que só eu sofrerei por tão grave crime.
Mas eles responderam-lhe e disseram: Nós todos juramos; (e amarraram-se por mútuos juramentos), que nós não mudaremos nossa intenção, mas executamos nosso empreendimento projetado.
 
Então eles juraram todos juntos, e todos se amarraram (ou uniram) por mútuo juramento. Todo seu número era duzentos, os quais descendiam de Ardis, o qual é o topo do monte Armon.
 
Mesmo conscientes de que haveria punição estes anjos se uniram por meio de mútuo acordo, e seguiram com o mal intento.
 
Judas 1/ 6: Lembrem-se dos anjos que não ficaram dentro dos limites da sua própria autoridade, mas abandonaram o lugar onde moravam. Eles estão amarrados com correntes eternas, lá embaixo na escuridão, onde Deus os está guardando para aquele grande dia em que serão condenados.
 
Judas afirma que estes anjos em decorrência deste intento estão amarrados com correntes eternas, isto é, inquebrável, nas profundezas da escuridão, aguardando o dia da condenação.
Eles levaram a cabo o mal intento, mas pagaram um alto preço por este empreendimento.
 
É bom enfatizar de que Judas tinha o apócrifo livro de Enoque como sendo verdadeiro.
Tanto é verdade que o mesmo menciona o que está escrito no Capítulo 2 do livro de Enoque.
 
Judas 1/ 14-15: Foi Enoque, da sétima geração a partir de Adão, quem há muito tempo profetizou isto a respeito deles: Olhem! O Senhor virá com muitos milhares dos seus anjos para julgar todos. Ele virá a fim de condenar todos os que não querem saber de Deus, por causa de todas as más ações que praticaram e por causa de todas as palavras terríveis que esses pecadores incrédulos disseram contra Deus!
 
O apóstolo Pedro também falou a respeito dá sentença imposta por Deus aos anjos rebeldes.
 
2 Pedro 2/ 4: Pois Deus não deixou escapar os anjos que pecaram, mas os jogou no inferno, e deixou-os presos com correntes na escuridão, esperando o Dia do Julgamento.
 
Vamos retornar uma vez mais ao relato de Enoque.
 
Enoque 7/ 9-10: Estes são os nomes de seus chefes: Samyaza, que era o seu líder, Urakabarameel, Akibeel, Tamiel, Ramuel, Danel, Azkeel, Saraknyal, Asael, Armers, Batraal, Anane, Zavebe, Samsaveel, Ertael, Turel, Yomyael, Arazyal. Estes eram os prefeitos dos duzentos anjos, e os restantes estavam todos com eles.
 
O texto aramaico preserva uma lista anterior dos nomes destes  Guardiães ou Sentinelas: Semihazah; Artqoph; Ramtel; Kokabel; Ramel; Danieal; Zeqiel; Baraqel; Asael; Hermoni; Matarel; Ananel; Stawel; Samsiel; Sahriel; Tummiel; Turiel; Yomiel; Yhaddiel (Milik, p. 151).
 
Então eles tomaram esposas, cada um escolhendo por si mesmo; as quais eles começaram a abordar, e com as quais eles coabitaram, ensinando-lhes sortilégios, encantamentos, e a divisão de raízes e árvores.
 
Ou seja, começou um processo de abordagem as filhas dos homens que lhes agradara, com as quais coabitaram, e ensinaram malefícios de feiticeiros, e a propriedade de raízes e árvores. Foi deste modo que surgira às primeiras bruxas: mulheres sábias detentoras de conhecimentos sobre a natureza e magia.
 
Gênesis 6/ 4: Havia gigantes na terra naquele tempo e também depois, quando os filhos de Deus tiveram relações com as filhas dos homens e estas lhes deram filhos. Esses gigantes foram os heróis dos tempos antigos, homens famosos.
 
Enoque 7/ 11-15: E as mulheres conceberam e geraram gigante cuja estatura era de trezentos cúbitos. Estes devoravam tudo o que o labor dos homens produzia e tornou-se impossível alimentá-los; então eles se voltaram contra os homens, a fim de devorá-los; e começaram a ferir pássaros, animais, répteis e peixes, para comer sua carne, um depois do outro, e para beber seu sangue. Então a terra reprovou os injustos.
 
De acordo com o relato de Enoque os filhos dos anjos com as mulheres humanas nasceram gigantes, e deram início ao canibalismo e ao vampirismo.
 
Vamos ver o que a Bíblia fala a este respeito.
 
Gênesis 6/ 1-3: E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.

Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.

 
A linhagem de Sete era literalmente espírito. No entanto, cruzada com os Benai Elohim, traduzido por filhos de Deus, também seres espirituais, dera origem ao ser humano carnal: o ser que somos hoje.
 
 Na teoria uma união entre espíritos, mesmo sendo de níveis diferentes, deveria gerar seres espirituais. Mas na prática, esta união gerara primeiramente uma nova espécie humana. Hoje espécie predominante no planeta Terra.
 
João 3/ 1-6: E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que é Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.


Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.


Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do  Espírito é espírito.

 
É por isso que nos nossos dias é preciso passar pelo processo do novo nascimento, para que o espírito se desenvolva e suplante a carne.
 
“O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito!”
 
O nosso lado carnal é pó, e ao pó voltará. O nosso lado espiritual é eterno. É esta potencialidade que devemos desenvolver para sermos bem sucedidos em nossa caminhada infinita.
 
Gênesis 6/ 4: Naquele tempo viviam gigantes na terra, como também daí por diante, quando os filhos de Deus se uniam às filhas dos homens e elas geravam filhos. Estes são os heróis, tão afamados nos tempos antigos.
 
A união dos Benai Elohim com a linhagem de Sete, geravam o ser humano carnal, ou seja, o ser que somos hoje, e gigantes: espécie conhecida como “nephilim”.
 
Enoque 15/ 8: Agora, os gigantes que têm nascido de espírito e de carne, serão chamados sobre a terra de maus espíritos, e na terra estará a sua habitação.
 
Maus espíritos procederão de sua carne, porque eles foram criados de cima; dos santos Sentinelas foi seu princípio e a sua primeira fundação. Maus espíritos eles serão sobre a terra, e de espíritos da maldade eles serão chamados. A habitação dos espíritos do céu será no céu, mas sobre a terra estará à habitação dos espíritos terrestres, os quais são nascidos na terra.
 
Resumindo: A união entre a linhagem de Sete e os Benai Elohim deram origem ao ser humano carnal: ser que somos hoje, e a raça de gigante nephilim.
 
Os espíritos dos nephilim são os maus espíritos que vagam sobre a terra. Agora o capítulo 105/ 13-16 do livro de Enoque diz algo muito interessante.
 
Enoque 105/ 13-16: Então eu, Enoque, respondi e disse: O Senhor efetuará uma nova coisa sobre a terra. Isto eu tenho explicado, e visto numa visão. Eu tenho mostrado a ti que nas gerações de Jared meu pai, aqueles que estavam no céu desconsideraram a palavra do Senhor. Eis que eles cometeram crimes; deixaram de lado sua classe, e misturaram-se com mulheres.
 
Com elas também eles transgrediram; se casaram com elas e geraram filhos. (144)
(144) Depois deste versículo, um papiro grego acrescenta: "os quais não são iguais aos seres espirituais, mas criaturas de carne" (Milik, p. 210).
Uma grande destruição, portanto virá sobre toda a terra; um dilúvio, uma grande destruição, tomará lugar em um ano.
 
Esta criança que nasceu ao teu filho (referindo-se a Noé) sobreviverá na terra, e seus três filhos serão salvos com ele. Enquanto toda a humanidade que está na terra morrerá, ele estará a salvo.
E sua posteridade procriará na terra os gigantes, não espirituais, mas carnais.
 
O versículo 16 causa arrepios, visto que afirma que a linhagem de Noé continuaria procriando gigantes.
E onde estão estes gigantes? Ora, a raça humana predominante na terra são estes gigantes.
 
Isso significa que não eram os nephilim que eram gigantes, mas sim que a linhagem de Sete era de baixíssima estatura. Agora, diante desta hipótese, a espécie humana atual está em sérios apuros, uma vez que está diante daquilo que sempre procurou, sendo que ela mesma é aquilo que procurava, ou seja, é a espécie nephilim.
 
Dentro desta suposição a cada dia que passa mais e mais aumenta o número de maus espíritos sobre a terra. Somente aqueles que passam pelo processo do novo nascimento podem passar para outras dimensões espirituais.
 
Enoque 15/ 9-10: Os espíritos dos gigantes serão semelhantes às nuvens, (25) os quais oprimem, corrompem, caem, contendem e confundem sobre a terra.
 
(25) A palavra grega para "nuvem" aqui, nephelas, pode ocultar a mais antiga leitura, Napheleim (Nephilim).
 
Eles causarão lamentação. Nenhuma comida eles comerão; e terão sede; eles se esconderão e não (26) se levantarão contra os filhos dos homens, e contra as mulheres; pois eles virão durante os dias da matança e da destruição.
 
(26) Não. Quase todos os manuscritos contêm esta negativa, mas Charles, Knibb, e outros acreditam que o “não” deve ser deletado para que na frase leia-se "levantarão".
 
Usando esta suposição se pode até mesmo encontrar certo respaldo as doutrinas espíritas. Mas o objetivo aqui é outro. Por isso vamos deixar esse assunto de lado, e retornar ao livro de Enoque.
 
Enoque 8/ 1-2: Além disso, Azazyel ensinou os homens a fazerem espadas, facas, escudos, armaduras (ou peitorais), a fabricação de espelhos e a manufatura de braceletes e ornamentos, o uso de pinturas, o embelezamento das sobrancelhas, o uso de todo tipo selecionado de pedras valiosas, e toda sorte de corantes, para que o mundo fosse alterado.
 
A impiedade foi aumentada, a fornicação multiplicada; e eles transgrediram e corromperam todos os seus caminhos.
 
Com a fabricação de espadas, facas, escudos, e armaduras os embates passaram ser sangrentos.
E com quem eram travados estes embates?
Possivelmente com os reptilianos descendentes de Caim, e com os reptilianos puros, isto é, Satanás e seus anjos, habitantes das regiões inferiores da terra.
 
A fabricação de espelhos e a manufatura de braceletes, e mais os outros aparatos para o embelezamento alteraram o mundo.
As armas tornaram os homens impiedosos, e o embelezamento artificial aumentara a libido, desencadeando a prática sexual sem controle.
 
Enoque 8/ 3: Amazarak ensinou todos os sortilégios, e divisores de raízes.
Este tal Amazarak deu lições de feitiçarias de todos os tipos, agora para o público em geral, e não somente para as esposas dos anjos.
 
Enoque 8/ 4: Armers ensinou a solução de sortilégios.
Este ensinou ao povo como era possível desmanchar feitiços.
Enoque 8/ 5: Barkayal ensinou os observadores das estrelas.
Ou seja, Barkayal formara os observadores das estrelas, isto é, os astrólogos.
 
Enoque 8/ 6-9: Akibeel ensinou sinais; Tamiel ensinou astronomia; e Asaradel ensinou o movimento da lua, e os homens, sendo destruídos, clamaram, e suas vozes romperam os céus.
 
Também fora criada a ciência que estuda a posição, os movimentos e a constituição dos corpos celestes.
O velho mundo havia se tornado uma balbúrdia. Reptilianos, vampiros, bruxos e gigantes lutavam por espaço. Fora neste cenário que Enoque vivera.
 
 
ENOQUE: O SÉTIMO DEPOIS DE ADÃO
 
Sete havia gerado Enos, e desde então se começara a invocar o nome do Senhor. Com Enoque, descendente direto de Sete e Enos não fora diferente. Enoque andara com Deus.
 
Ele fora o primeiro a deixar de ser um analfabeto funcional, para tornar-se o primeiro escritor, o primeiro a escrever uma autobiografia. Escreveu outro livro que continha as anotações dos sinais do céu, de acordo com a ordem de seus meses, para que os homens pudessem conhecer as estações do ano segundo a ordem de seus dezoito meses separados, e o primeiro escritor engajado.
 
Enoque 12/ 1-2: Antes de todas estas coisas acontecerem, Enoque esteve escondido; e nenhum dos filhos dos homens sabia onde ele estava, onde ele havia estado, e o que havia acontecido.
 
Ele esteve totalmente engajado com os santos, e com as Sentinelas em seus dias.
 
Enoque também fora o primeiro astronauta.
 
O mesmo viajou a outras dimensões e ficou sabendo de coisas inimagináveis ao ser humano, e não conhecera a morte, uma vez que na velhice fora levado para outra dimensão, sem ter passado pela morte.
 
NOÉ
 
Gênesis 6/ 5-7: E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.
 
Então se arrependeu o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.
E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de havê-los feito.
 
A solução sobremodo plausível que Deus encontrara fora destruir tudo o que tinha criado, visto que tudo havia sido hibridizado pelos reptilianos, no sentido bíblico Satanás e seus anjos, e por parte de duzentos anjos pertencentes à terça parte dos anjos do Senhor que tinham sidos lançados a terra pelo exército inimigo.
 
Gênesis 6/ 8: Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor.
 
Vamos conferir o que Enoque fala a respeito de Noé.
 
Enoque 105/ 1-5:Depois de um tempo, meu filho Matusalém tomou uma esposa para seu filho Lameque.
 
Ela ficou grávida dele, e deu um filho, a carne do qual era tão branca quanto a neve, e vermelho como uma rosa; o cabelo de sua cabeça era branco como o algodão,e longo; e cujos olhos eram belos. Quando ele os abriu, ele iluminou toda a casa, como o sol; toda a casa abundou de luz.
 
E quando ele foi tirado da mão da parteira, Lameque seu pai ficou araid dele; e correndo flying away veio ao seu próprio pai Matusalém e disse: Eu gerei um filho, diferente dos outros filhos. Ele não é humano; mas, assemelhando-se à geração dos anjos do céu, é de uma natureza diferente dos nossos, sendo completamente diferente de nós.
 
Seus olhos são brilhantes como os raios do sol; seu semblante é glorioso, e ele parece como se não pertencesse a mim, mas aos anjos. Eu estou temeroso de que algo miraculoso deva acontecer na terra nestes dias.
 
De acordo com o relato de Enoque, Noé era um híbrido. No entanto, vamos deixar este assunto para a parte II.
 
 
 
 
 
 
 
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui