Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
O PREGADOR
REGIS MEIRELES
R$ 37,30
(A Vista)



Abstrato-01-599
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > lagartinha



André Francisco Gil
      INFANTIL

lagartinha

Buraco,pequeno,apertado,sua casinha.
-Preciso d'espaço-disse a lagartinha.
E saiu em busca de nova morada.
Uma casa toda espaçosa.
Onde as pernas possam ser esticadas.
Onde a polpa da nova casa seja adocicada.
Onde possa dar uma boa bocejada.
Lagarta farta de folhas.
Lagarta come-come,procura outra coisa.
-Vou encontrar minha tão desejada moradia.
Encontrou um abacate.
-Polpa mole,logo apodrece.
Encontrou uma melancia.
-Polpa molhada,vou me afogar.
Encontrou um abacaxi.
-Casca dura,polpa estranha.
Encontrou uma goiaba.
-Pequenainda.
Encontrou um jabuticaba.
-Muito apertada.
Encontrou então outra maçã mas dessa vez bem grande,bem vermelhinha.
-Sou lagartinha de maçã.
Abriu um buraco e lá se enfiou
e aos poucos a polparede de sua casa saboreou.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui