Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
Arquitetura-01-263
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Estátuas-03-163
Airo Zamoner
R$ 0,00
(A Vista)






   > ANTONIO CONSELHEIRO E O LAMPIÃO



EDIJANE ARANTES
      ENSAIOS

ANTONIO CONSELHEIRO E O LAMPIÃO


 
José Augusto e Rafael Menezes
 
Antônio Conselheiro
Diferente do Cangaceiro
Extremamente brasileiro
Fazendo pregação no sertão inteiro
 
Antônio foi um homem de bom coração
Trouxe evangelização
Para o nordestino do sertão
Inteligente quando menino.
Decidiu traçar seu caminho
Por esse mundo daninho
 
Para os podres dos nordeste
Deixou sua fama com dignidade
De um grande evangélico
Sempre contra a crueldade.
 
Por esse lado do sertão
também havia criminoso
dou um exemplo horroroso
O lampião!
 
Os crimes terminaram-se
O criminoso era eu
Os santinhos me mataram
Um lampião de apagou
mas minha mulher ficou.
 
Para dominar os lugares
matar as famílias e destruir lares
levando tudo de valor,
Sem um pingo de amor.
 
Por onde a gente passava
Uma estória de vida alguém contava.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui