Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
Enquanto o Coração de...
Douglas Renato Palmeira
R$ 58,00
(A Vista)



Genealogia de...
Ana Maria Silva Lopez
R$ 47,30
(A Vista)






   > Indiferença



ALINE JULIANA PEREIRA DA SILVA
      INFANTIL

Indiferença


     
O amor é para sempre. E por que as pessoas brincam com isso? Falta de amor? Egoísmo? Orgulho? Frescura? Medo? O que é?
        Elas brincam por que tentam se iludir. Mera ilusão. E eu lamento por isso. Lamento por que eu amo e eu sei o quanto é difícil e doloroso quando nossos sentimentos não são correspondidos.

Amor é isso. Amor é aquilo... Eu já ouvi demais, hoje eu só sei sentir. E eu sinto que a cada dia mais o amor me toma.. me leva... me guia... Paixão. Desejo. Carinho. Saudade. Eu sinto. Eu amo. Eu vivo.

E pra mim, o amor é isso... Sentir!

A cada dia eu sinto que falta caráter nas pessoas. Falta humildade no coração e na razão. Falta esperança. Faltam palavras. Falta verdade. E por que as pessoas preferem brincar e se iludirem? Eu nunca saberei responder essa pergunta. Eu já tentei me iludir e cai no abismo da decepção. Eu já amei o suficiente e fui largada. Sim. Jogada de canto.

É por isso que as pessoas se revoltam? Querem se vingar brincando com os sentimentos dos outros? Acho que farei o mesmo? Acho que me vingarei?

Não! O amor sempre bastou. Eu amo. Eu sempre vou amar. Amo até sabendo que nem sempre o que temos nas mãos é o melhor para nós!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui