Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2508)  
  Resenhas (129)  

 
 
R$ 27,60
(A Vista)



Enjaule Poesia
José Herculano da...
R$ 49,90
(A Vista)






   > Indiferença



ALINE JULIANA PEREIRA DA SILVA
      INFANTIL

Indiferença


     
O amor é para sempre. E por que as pessoas brincam com isso? Falta de amor? Egoísmo? Orgulho? Frescura? Medo? O que é?
        Elas brincam por que tentam se iludir. Mera ilusão. E eu lamento por isso. Lamento por que eu amo e eu sei o quanto é difícil e doloroso quando nossos sentimentos não são correspondidos.

Amor é isso. Amor é aquilo... Eu já ouvi demais, hoje eu só sei sentir. E eu sinto que a cada dia mais o amor me toma.. me leva... me guia... Paixão. Desejo. Carinho. Saudade. Eu sinto. Eu amo. Eu vivo.

E pra mim, o amor é isso... Sentir!

A cada dia eu sinto que falta caráter nas pessoas. Falta humildade no coração e na razão. Falta esperança. Faltam palavras. Falta verdade. E por que as pessoas preferem brincar e se iludirem? Eu nunca saberei responder essa pergunta. Eu já tentei me iludir e cai no abismo da decepção. Eu já amei o suficiente e fui largada. Sim. Jogada de canto.

É por isso que as pessoas se revoltam? Querem se vingar brincando com os sentimentos dos outros? Acho que farei o mesmo? Acho que me vingarei?

Não! O amor sempre bastou. Eu amo. Eu sempre vou amar. Amo até sabendo que nem sempre o que temos nas mãos é o melhor para nós!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui