Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
As muletas do...
Airo Zamoner
R$ 10,80
(A Vista)



Elisa pede passagem
Ingrid Regina...
R$ 39,70
(A Vista)






   > De mãos dadas caminharemos...



Luiz Antonio Polli
      CRôNICAS

De mãos dadas caminharemos...

Cada dia que passa somos surpreendidos em nossas vidas...
 Quando parece que tudo esta no fim, e que nada mais terá volta, sentindo-nos abandonados, e distante de tudo e de todos,  com uma dor no peito sentindo que estamos perdidos em um deserto,  somos surpreendidos com um presente, presente valioso, que se juntar todo tesouro do mundo, não conseguiremos comprar, pois é peça única...
16:00 hrs, linda tarde ensolarada, um calor contagiante, No começo achei estranho, pois queria tanto conhecer e ver meu anjo... Olhei passando na rua... parei... pensei... pois anjo tem asas e auréola, ela no tinha, pensei como vou saber se e mesmo um anjo? Pois posso estar enganado pode ser uma pessoa humana, comecei reparar seus traços de como era perfeito, rosto com um formato lindo, delicado, que quando mais eu olhava mais emocionado eu ficava, olhou para mim, com sorriso inesquecível, começou atravessar a rua e vir em minha direção, Seus olhos, pareciam ser as estrelas que brilham no céu a noite, mais ai minha cabeça novamente se confundia, era 16:00 hrs da tarde um sol muito forte, e seus olhos refletiam luz, luz que me contagiava, emocionava, paralisava. Sentado em sua frente queria pegar em sua mão, e ver, apreciar, sentir, se realmente era verdadeiro, e não um sonho, infelizmente não consegui, pois seus lindos olhos alem brilhar, eles eram perfeito, e  naquele momento fiquei paralisado, sem ação, noção de ter qualquer atitude, humildemente confesso... Observando quem se encontrava em minha frente...
Quanto mais conversamos, dávamos risadas eu ficava mais encantando, admirando-a e sentia meu coração bater em meu peito cada vez mais forte...
E quando pensei, quero uma prova, preciso saber se é real ou não, ela me diz:
- vamos para igreja...
Eu não pude recusar seu convite, pois ali naquele  momento senti, presenciei que era mais que amizades muito alem de um relacionamento, pois era um verdadeiro sentimento, fazendo um convite para o lugar mais perfeito ir rezar, orar , e sentir que a verdadeira amizade não escolhemos e sim Deus que escolhe...
Assim que aconteceu... tudo muito simples, mais verdadeiro....
Obrigado por tudo, pela amizade convite, compreensão e mais importante caminharemos sempre juntos de mãos dadas para sempre, pois eu sou um menino, você e uma estrela que brilha e clareia a escuridão onde eu ando com um objetivo ate chegarmos junto em lugar chamado paraíso...
 
 
 
 
 
 
 
 
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui